top of page

Quem é e quais são as pretensões políticas do presidente Guinha de Pascoal


Influente e articulador, Guinha de Pascoal (PDT), saiu de vice, para presidente da Mesa Diretiva, com apoio de mais 7 colegas vereadores.

Na sessão ordinária da última terça-feira (1), que marcou o retorno dos trabalhos legislativos, iniciando o segundo período de 2023, o vereador Valter Andrade de Oliveira, reservou um momento excepcional, para conversar com o editor do Portalfolha, site que divulga em primeira mão, atos e acontecimentos da câmara de vereadores de Araci.

A entrevista tinha alvo focado no historial cronológico da caminhada politica do presidente do Legislativo de Araci, partindo de suas primeiras investidas para conseguir ocupar espaço na galeria do poder, no âmbito do legislativo.

Guinha de Pascoal, nome e marca que o identifica em seus universos sociais, empresarial e político, começou a se envolver de forma indireta com política local, no início de sua juventude. Sempre ligado e envolvido com o processo político de seu chão, empolgado, sonhador, começou ajudando outros irmãos de chão em suas campanhas para vereador e fez questão de não citar nomes para evitar galanteios, qualquer sentimento ou rivalidade. Sua família de muitos irmãos e primos, passaram a ver nesse caçula, uma ferramenta propícia e capaz de mudar o modelo de se fazer política nesse chão, desbravado por seus ancestrais, sendo eles da terceira, quarta e quinta geração dos fundadores desta terra: - Os Ferreiras, Carvalhos, Oliveiras, Limas e Moreiras.

Em 2001, começou a prestar serviço a sua terra, como servidor público e em 2008, foi encorajado a encarar sua própria campanha para vereador, quando foi eleito pelo PTB, exercendo seu primeiro mandato 2009-2012. Seu perfil de vereador zeloso e ativo, o credenciou a ocupar o cargo de 2º secretário, junto ao colega Léo de Eridan, 1º secretário e presidente Edivaldo Pinho.

No fim de seu mandato primeiro, partiu para a reeleição e conseguiu conquistar seu segundo mandato na 14ª Legislatura, 2013-2016, ano em que se colocou mais uma vez como candidato e se elegendo para o exercício de seu terceiro mandato na 15ª Legislatura, 2017-2020. Nesse mandato Guinha mostrou o gabarito de sua escalada na política de seu chão, sendo escolhido como vice-presidente da Mesa Diretiva ao lado de seu colega vereador Jefinho Carneiro.

No ano de sua atuação primeira como vice-presidente, Guinha, mostrou ser um parlamentar articulador e de uma visão progressista, acreditando no avanço tecnológico, econômico e no aperfeiçoamento da condição humana, como base de transformação e crescimento. Isso conferiu a Guinha de Pascoal, não somente a conquista de seu quarto mandato, pelo PDT, mas a conservação de sua atuação como vice presidente na 16ª Legislatura, 2021-2024, ao lado do seu companheiro Vereador Virgílio de Zé Bonfim (PTB).

Entrando no campo das pretensões futuras:

Portalfolha:

O senhor vem nessa caminhada desde 2001, quando entrou para a vida pública como servidor nomeado. Está vereador de quatro mandatos, foi 2º secretário, vice-presidente em duas legislaturas e agora está presidente. Como será a partir de 2024?

Guinha:

“Comportar-se como um "vice decorativo" desde 2017, foi um dos motivos de minha conflituosa campanha entre os colegas do PTB”.

"como se comenta que o vice geralmente não apita nada e atrapalha muito", eu estava convencido de que precisava chagar à presidência para provocar algumas mudanças no legislativo.

“Com a eleição para a Mesa Diretora para o biênio 2023-2024, senti que estava preparado para precipitar algumas mudanças e busquei apoio entre os companheiros de bancada e outros colegas de outras legendas e lhes falei de minha pretensão de comandar o legislativo. “Meu desejo e dar a esse poder, uma nova identidade, seja: - Uma casa livre, soberana, alinhada sim, com o poder executivo, mas sem mostrar subserviência na condução do processo legislativo” – disse a eles.

Nossa mensagem de renovação, foi aceita e em janeiro junto com os colegas, Virgílio, Léo de Marlúcia e Luizinho, formamos a nova Mesa para o biênio 2023-2024.

O que o povo de Araci quer saber:

Portalfolha:

A pretensão de colocar seu nome para apreço da população é verdadeira ou é conversa de rede social?

Guinha:

Nossa meta e resgatar a confiança da população na Casa Legislativa e em seus vereadores. Eu e meus colegas de bancada, acreditamos que estamos cumprindo essa missão e isso faremos até o fim desse nosso mandato. É natural que qualquer político ou mesmo pessoa tenha pretensões de concorrer a um cargo eletivo. E eu que graças a Deus, tenho uma trajetória bem sucedida e aprovada por grande parte da comunidade, não posso ter esse desejo?

Portalfolha:

É notória a influência que o senhor exerce sobre demais vereadores. E a experiência nas relações entre os colegas e pessoas que envolvem o poder público, confirmam sua condição como candidato. O senhor é do partido da prefeita, como vai ser, se se anunciar como pré-candidato?

Guinha:

Estou fazendo minha parte para resgatar a confiança do povo na Casa Legislativa e a prefeita fazendo a parte dela para manter a cidade e o município em boas condições.

A prefeita é inteligente, tem o mesmo tempo de batalha no âmbito do executivo, também como servidora, secretária e vice-prefeita. Ainda não como ela vai administrar seu desejo de reeleição, somos do mesmo partido, mas tudo tomará seu caminho se for necessário. Em nenhum momento vou ser seu desafeto. Somos acima de tudo pessoas adultas. Temos opiniões eventualmente diferentes, mas as nossas opiniões mais nos unificam do que separam. Acho que temos de nos manter como uma dupla importante para o município, pelo menos até o fim de nossos mandatos.

108 visualizações0 comentário
bottom of page