top of page

Prefeitura de Araci e Sebrae, realizaram seminário “Cidade do Futuro e das Oportunidades.


“Economia criativa e tecnologia no ambiente urbano, tecnologia na gestão pública; estratégias transformadoras de alto impacto positivo no DESENVOLVIMENTO ECONOMICO; no COMERCIO LOCAL; na AGRICULTURA FAMILIAR, no TURISMO, na EDUCAÇÃO e no EMPREENDEDORISMO; foram eixos desenvolvidos pelos palestrantes.
No horário anunciado, a equipe de recepção e acolhimento estava oportunizando aos convidados a identificação como participante e deixando contato para outros eventos.

Ontem a partir das 18:30h, na Câmara Municipal aconteceu o seminário “Cidade do Futuro e das Oportunidades” realizado pela Prefeitura Municipal de Araci e Sebrae, na perspectiva do desenvolvimento em áreas vitais do desenvolvimento econômico, preparando a cidade e o município para o futuro.

O destaque “64+10” no cartaz do evento publicado na internet, sugere um salto de 10 anos de um futuro promissor, sobre os 64 anos de vida de Araci, como cidade que teve sua autonomia reconhecida em 1959.

O evento foi disposto e apresentado por Renan Ezequiel, assessor geral da Prefeitura de Araci e secretário adjunto de administração e governo. Renan da tribuna da câmara, abriu o seminário com palavras de saudações a todos os que ali chegaram como convidados, representando o poder legislativo, as associações, entidades de classe, secretários de governo, cidadãs e cidadãos como comunidade. Na sequência, foi formada a mesa com a vice-prefeita Gilmara, que na ocasião representava a prefeita Keinha, Diego Almeida, representante do Sebrae e consultor de políticas públicas, Ivan Walace, representante da Sala do Empreendedor e Agente de Desenvolvimento, Alcione Matos, engenheira agrônoma e representante da agricultura familiar, Valmir Barreto, diretor de Turismo junto ao gabinete do executivo, Layanna Rocha, assessora na secretaria de educação e representante da Educação Empreendedora, a ex-vereadora e ex-secretária de Ação Social, Renalva Cordeiro, diretora de políticas públicas para as mulheres, o gerente do Banco do Nordeste, Diomedes de Oliveira e o agente de desenvolvimento do banco para o território do sisal, Rafael Trabuco.

Os pronunciamentos dos integrantes da mesa, começou pela vice-prefeita Gilmara que falou em nome da Prefeitura Municipal, promotora do seminário, uma vez que a prefeita Keinha não pode estar presente por conflito de agenda na capital do estado. Gilmara agradeceu a câmara pelo empenho e apoio ao executivo na aprovação de projetos que são encaminhados para progresso do município. A vice saudou aos servidores envolvidos com o evento de futuro e ao Comitê de desenvolvimento municipal. “Cada um, em sua função e missão de promover o desenvolvimento, tem sua importância nesse projeto de futuro para que daqui a 10 anos possamos apresentar um Araci mais próspero e em condições de competir com outros municípios mais desenvolvidos na região”, falou Gilmara.

O governo que se chama “Trabalho e Progresso” na pessoa da prefeita Keinha, tem a determinação de fazer Araci cresceu de uma forma tão eficiente, que nos próximos 10 anos. A prefeita Keinha hoje mesmo se encontra na capital do Estado e amanhã estará na capital federal, em busca de condições para manter esse município na linha desse progresso, proposto nesse seminário: 64 mais 10. – Nossa cidade será reconhecida como uma cidade empreendedora e desenvolvida, especialmente na agricultura, associativismo, agricultura familiar e no comercio, que hoje se apresenta muito forte. Concluiu a vice-prefeita.

Elisangela Nunes que representava o SEBRAE.

Iniciou dizendo agradecendo a forma amável como foi recebida em Araci que trazia um abraço do gerente regional do Sebrae que não pode vir por estar em outro evento. “O Sebrae, quando realiza seminários dessa natureza falando e implantando políticas públicas, é com interesse de firmar parcerias como um só braço, unindo a força do desenvolvimento entre os governos do Estado e do município. Sozinho a gente consegue chegar, mas juntos a gentes vai mais longe, disse Elizangela.

Hoje certamente vocês através desse seminário, todos vocês que estão aqui, haverá ver mais além de uma realidade vivida em Araci. Os seminários de desenvolvimento que o Sebrae faz pelo estado, abre possibilidades que podem ser vistas já no presente e serão certamente comemorados no futuro, como é o projeto Araci + 10 discutido aqui pelos seguimentos produtivos aqui presentes. Falou.

Ivan Walace, se manifestou como representante da Sala do empreendedor, comentando a parceria com o SETEP-Sisal e agradeceu a presença dos alunos e professores do Cetep. “Para falarmos do futuro, precisamos entender de nossa caminhada no passado” - disse Ivan.

Temos a satisfação de dizer que a Sala do Empreendedor tem contribuído muito com o comercio, no programa de capacitação de funcionários de muitas lojas e estabelecimentos em vários ramos de atividade. Hoje nossa sala, contribui com essa ferramenta em mais de mil empresas. Para capacitar esses profissionais a Sala do empreendedor oferece treinamento de forma gratuita, e para isso contamos com o apoio dessa instituição chamado Sebrae. Também atuamos abrindo portas para os investimentos de microempreendedores, junto ao balcão de negócios e investimentos do Banco do Nordeste. – Concluiu Walace.

Como agente de desenvolvimento do Banco do Nordeste no território do Sisal, Rafael Trabuco, disse que só no ano passado, foram aplicados 20.7 milhões no município de Araci. E nossa coordenadora Sheila do Agro Amigo, foram mais de 10 milhões só nesse programa do Banco do Nordeste. “A Sala do Empreendedor tem sido uma força no relacionamento comercial entre o Banco do Nordeste e os microempreendedores de Araci. Depois de passar por essa Sala, a maioria dos empreendedores acabam sendo beneficiados, não só com a capacitação sobre execução de projetos, como recurso de fomento dessa carteira do banco. O banco vem financiado, 90% dos projetos, especialmente os que sejam de produção de energia limpa e de agroindústrias e empreendimento em toda cadeia produtiva. Falou Trabuco.

Diomedes Oliveira, que acaba de chegar para assumir a gerencia do Banco do Nordeste em Araci, agradeceu o convite e a oportunidade de participar do seminário e disse que o maior objetivo do banco e aproximar o setor produtivo, os produtores, empreendedores e comerciantes. Nosso objetivo é colocar o banco como um agente de fomento à disposição de todos. “Eventos como esse que participo aqui nesse momento não é comum em outros municípios, por isso, além de agradecer pelo convite, parabenizo a organização Prefeitura Municipal e ao parceiro tecnológico Sebrae, pela realização desse evento” – finalizou o gerente Diomedes.

O painel de apresentação dos eixos, aconteceu depois do pronunciamento dos convidados, sendo apresentado pelo Agente de Desenvolvimento, Walace Ferreira o tema: Desenvolvimento Econômico sob a perspectiva dos vários eixos seguidos desse primeiro eixo;

Na sequência dos temas, o próprio Walace seguiu falando sobre Comercio Local, como segundo Eixo do Seminário.

A engenheira Agrônoma Alcione Matos explanou sobre o terceiro Eixo, Agricultura Familiar e depois dela foi desenvolvido o quarto Eixo com o tema: Turismo, apresentado pelo diretor do setor Valmir Barreto.

A assessora da secretaria de educação, Layana Rocha, transcorreu o tema Educação Empreendedora, falando do conteúdo do quinto Eixo, e a ex-vereadora e ex-secretária de Ação Social Renalva Cordeiro, apresentou o sexto Eixo. Como Diretora de Políticas Públicas para Mulheres, Naná, desenvolveu o tema: “Empoeiramento Feminino sob Perspectiva do Empreendedorismo.

O último Eixo foi tratado pelo gerente do Banco do Nordeste, Diomedes de Oliveira Carneiro. Diomedes falou sobre “Programas de Financiamento e Crédito para Investimentos em Negócios” e daí foi aberto o espaço participativo da assembleia, quando após isso, foi servido um coquetel de despedida do evento.


64 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page