top of page

MUDANÇAS DO BOLSA FAMÍLIA FOI TEMA DA 1ª AUDIÊNCIA PÚBLICA DA SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

Hoje pela manhã (20.07 – quinta feira), aconteceu a 1ª Audiência Pública, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social da Prefeitura de Araci.

A audiência foi conduzida pela equipe da SMDS, pasta que faz o atendimento e acompanhamento do Cadastro Único, tendo como coordenadora a sra. Ester Miranda, que no encontro representava a secretária Marcia Góes da Silva.

A audiência teve como local de acontecimento a Câmara de Vereadores e foi iniciada com falas de boas-vindas e abertura pelo cerimonialista Acilon Di Oliveira, que compôs a mesa dos trabalhos, chamando seus componentes, a seguir: O secretário de governo, administração, finanças e planejamento, José Socorro da Silva que no ato, representava a prefeita a Keinha, a vice-prefeita Gilmara, Ester Miranda, Sebastião Catarino dos Santos, coordenador do Cadastro Único da Secretaria, Ubiratan Santos de Miranda, Diretor da Proteção Básica da SMDS, Maria José Jesus dos Santos, presidente do Conselho Municipal de Assistência Social e Poliana Oliveira Pastor, Presidente do Conselho Tutelar.

O Hino Nacional foi executado com a participação de todos, seguindo-se a isso as palavras de abertura oficial, proferidas por Ester Miranda, que em nome da secretária Márcia Góes, saudou a todos:

“A secretaria municipal de desenvolvimento social por meio da coordenação do Cadastro Único e Bolsa família, em parceria com o Conselho Municipal de Assistência Social, que é responsável pelo controle e fiscalização do programa, realiza na data de hoje a primeira Audiência Pública do Programa, buscando informar a população a nova roupagem do Programa, considerando que ele foi relançado oficialmente pelo governo federal no mês de março.

O programa tem um grande desafio, torna-lo mais justo, beneficiar quem realmente precisa, isso porque depois do auxilio emergencial houve um elevado número de pessoas com cadastro unipessoais.

Dessa forma, essa audiência como espaço democrático busca informar a população sobre o funcionamento do programa, visando com isso tornar o programa mais assertivo, que receba, que realmente precisa". Desejo uma boa audiência a todos. – disse.

Acilon Di Oliveira, chamou à tribuna os oradores que se anteciparam aos debates e trabalhos participativos, falando pela ordem:

Poliana Pastor e Ubiratan Santos,

José Socorro da Silva, a vereadora Jamile,

os vereadores, Luizinho e Marinho.

-Sebastião Catarino dos Santos.

Como coordenador do CadÚnico explicou de forma detalhada os direitos e deveres dos beneficiários do programa, frisando os critérios adotados pelo Ministério do Desenvolvimento Social para a manutenção dos integrantes no Cadastro Único e, consequentemente, nos programas sociais da união. Ele também abordou a importância da atualização constante do cadastro e do seguimento as normas estabelecidas pelo governo federal. “Infelizmente nem todos os beneficiários desse programa entendem a dimensão dele, que é mais que matar a fome, é promover a ressocialização de pessoas e promover para todos uma vida com respeito, dignidade e direitos, como bem diz assim a nossa constituição federal”.

Na secretaria, continuaremos com portas abertas para esclarecer qualquer dúvida que surja em relação aos direitos e deveres dos beneficiários do Cadastro Único ou qualquer outro assunto referente à Assistência Social", comentou Sebastião.

A mesa foi desfeita pelo cerimonial, dando lugar ao debate com a palestra de abertura do simpósio com o Sr. Ramiro de Jesus Lima, coordenador Municipal de Cadastro Único de Conceição da Feira; gestores de Programas Bolsa Família e Presidente dos Técnicos e Gestores do Território Portal do Sertão. Após os debates, o coordenador Sebastião declarou o encerramento do evento e despediu a todos.


85 visualizações0 comentário
bottom of page