top of page

Comemoração do 7 de setembro começa cedo, com o desfile do Colégio Educar

O civismo, que sinaliza “o respeito ao que é considerado símbolos sagrados em nosso País, vem sendo deixado perceptivelmente de lado por grande fatia da população brasileira. Somos todos patriotas heróis de um país com desenho diferente aos nossos olhos. Haverá certamente manifestações ainda no dia de hoje a comemorarem uma independência que nem sabemos a sua cor e se mesmo existe no íntimo de cada alma brasileira.

Esse artigo com relevo de editorial, é o primeiro e outro ainda será escrito. Mas esse tem um pretexto singular: “Prestar homenagem a uma brasileira, que há anos e anos, de sete em sete de setembro, coloca seu bloco na rua. E como é bom lembrar: “Os desfiles de outrora com as cores de sua escolinha Arco Iris, misturando em todo seu matiz, o verde, o amarelo, o azul e o branco”. Seu nome é mais que isso, é um título designativo – “Pró Zeni”.

Com o apoio da professora Katy, sua filha herdeira de um patrimônio de excelência educacional, sua nova instituição, Colégio Educar, como faz todos os anos, sai na frente e cedo, com seu desfile, rico de inocência, beleza, e amor brasileiro, grade ensinada a centenas de crianças, para alimentar em suas almas imaculadas, com o civismo, que sinaliza “o respeito ao que é considerado símbolos sagrados em nosso País”.

(Logo nas primeiras horas do Sete de Setembro (quinta feira), o desfile do Colégio Educar, sai de frente à sua sede, na Rua Padre Júlio Fiorentinni).

Cada ano que acompanho com interesse o desfile da Pró Zeni e de sua filha, professora Katy, alimento a emoção saudosa, dos antigos Sete de Setembro das escolas, quando as crianças saíam às ruas com pequenas bandeiras brasileiras de papel, meninas com roupas ataviadas e os meninos vestidos de soldado, todos marchando ao som de uma fanfarrinha, como se estivessem indo para uma guerra, com um cântico no coração: “Ou ficar a pátria livre ou morrer pelo Brasil!”.

Acompanho os desfiles das professoras Zeni e Katy, desde que meus filhos Neto e Zeno eram alunos do Arco Iris. Hoje Neto investe para o ensino superior e Zeno a concluir o ensino médio. As imagens, aqui dedicadas aos milhares de leitores do Portalfolha, falarão muito mais dessa demonstração de amor e civismo de uma instituição privada, que enaltece a toda a rede de ensino de nosso município, em suas categorias.


183 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page