top of page

Após licença para ocupar cargo de secretário municipal de educação, Anastácio Carvalho reassume cadeira de vereador na Câmara


Na sessão ordinária desta terça-feira (9), Anastácio Carvalho Oliveira (PDT) reassumiu a cadeira de vereador na Câmara de Vereadores de Araci. Anastacio pediu licença da Câmara no início de seu mandato, cabendo assento à vaga PDT, ao primeiro suplente, Gilvan Oliveira dos Santos, (Guri de Pedra Alta).

Anastácio assumiu como titular a Pasta Municipal de Educação e atendendo a lei eleitoral teve de se desincompatibilizar seis meses antes do pleito de outubro. Nas primeiras horas de abril, Anastácio foi exonerado e procurou a Câmara para formalizar seu pedido de retorno ao cargo de vereador como titular de uma das cadeiras da bancada do PDT.

O vereador Gilvan, (Guri de Pedra Alta), que estando em viagem não estava na sessão, deixou a condição de vereador, voltando a ser primeiro suplente do partido.

Anastácio, foi recebido com alegria e estreiteza dos colegas, foi saudado pelo Dr. Gidalti ao abrir a sessão com o Momento da Palavra que dedicou ao vereador reintegrado o verso 8 do Salmo 121,

“O Senhor protegerá a sua saída e a sua chegada, desde agora e para sempre”.

Na estreia, Anastácio que nunca perdeu o traquejo com a Tribuna da Casa, fez nela seu primeiro pronunciamento. (Abaixo, eixo central do discurso).

“Quando eu recebi o convite eu confesso a vocês que eu fiquei pensativo, balanceado, sem ter a certeza que iria ou não aceitar o convite da prefeita Keinha, da vice Gilmara e o nosso líder Silva Neto. Eles me convenceram que eu poderia estar dentro da secretaria para ajudar o município de Araci e a partir de aí que eu aceitei o convite e me licenciei de vereador para assumir a secretaria de educação, cultura e esporte.A partir daí, eu quase fui execrado, porque os eleitores, os nossos amigos da sociedade, não aceitavam que eu deixasse a câmara de vereadores, para assumir uma secretaria. Eles diziam: ‘Eu votei em você para ser vereador e não secretário”. Enfrentei muita reação no início, porque o pessoal não compreendia que existe essa possibilidade de o vereador ganhar, e ser licenciado para assumir uma secretaria. Mas aí, eu tive que ser forte. Não desisti e eu fui na casa daqueles que me apoiaram e comecei a explicar. Argumentei que o município, também precisava de mim como secretário. Entendi depois para meu conforto psicológico, que eu tinha dois cargos. Esse passou a ser meu maior argumento. “tenho agora dois cargos, vereador e secretário, posso ser mais útil ao município. Na secretária de educação, pude fazer ações que muitos não conseguiram. Estou retornando com vontade de trabalhar e continuar lutando pelas ações voltadas para o município. Agradeceu a todos os que contribuíram com sua jornada na secretaria, desde a prefeita Keinha e a vice Gilmara, todo efetivo da secretaria, todos que o ajudaram a fazer uma educação de qualidade.Vou continuar aqui lutando sempre pela educação do nosso município, porque sou professor da rede Municipal, sou concursado desde 1997 e tenho como premissa de vida fazer uma educação de qualidade. Agradeceu a família, citou sua mãe de 74 anos, que faz esteiras vassouras e faz aió.  Minha família é meu orgulho e finalizou citando seu filho Tasso, presente no momento e através dele falou de sua gratidão a toda a família.


101 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page