Bem-vindo | 15/05/2021

Portal Folha - O seu Jornal Online

Choque de gestão em Barrocas vai garantir a governabilidade, diz o prefeito Almir de Maciel

Enxugamento da máquina e da folha, ajustando a gestão as princípios LRF e não gastar com pessoal mais do que é permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Por Gidalti Moura

dom, 05/02/2012 às 21:00

Por: Gidalti Moura

As mudanças drásticas feitas pelo prefeito Almir de Maciel do município de Barrocas, introduzidas no dia 03 de fevereiro, criou um clima nada menos excitante na cidade, principalmente no meio político já que a maioria das exonerações que aconteceram em cascata atingiu em cheio os cargos de confiança ligados ao ex-prefeito Edilson Queirós que há muito não comunga com o gestor atual tendo entre eles o próximo pleito eleitoral.

O prefeito Almir, em entrevista exclusiva ao Jornal Folha dos Municípios logo após sua decisão, falou que a despeito de sua atitude tem a primeira interpretação política, ele prefere dizer que foi uma decisão acertada de mudar a estrutura da máquina administrativa porque a população vinha há muito tempo cobrando uma melhora no atendimento e na produtividade da equipe composta por pessoas que estavam desmotivadas, trabalhando sobre clima de tensão diante do quadro político da cidade.

Numa administração pública chegam momentos que alguns setores passam a funcionar mal e outros que passam a não funcionar criando graves prejuízos à população. Ao ouvir constantemente reclamações dos usuários dos serviços públicos no município decidi ouvir o povo e fazer essa mudança que realmente acabou sendo um choque de gestão nunca visto na história de Barrocas.

As mudanças:

Depois da exoneração da chefia da pasta de saúde nomeei um secretário atendendo aos anseios da população e sei que acertei nessa mudança em particular, pois o secretário Patrício nomeado é um técnico, com experiência em serviço de saúde em mais de 11 anos e ele já começou a arrumar a casa sendo elogiado e reconhecido pela população.

Tomar a atitude que tomei não foi fácil, mas era isso que a comunidade barroquense pedia e assim nos veio à coragem de realizar a mudança, como no caso da secretaria de administração e finanças que é a espinha dorsal de toda a administração. Nessa substituição também tenho certeza de que foi mais um acerto em minha decisão, pois o novo secretário é um técnico e além de preparado reúne uma experiência de mais de doze anos como gerente de uma instituição financeira como o Sicoob. Adaílson é hoje o novo secretário da pasta e também foi um dos nomes que a população apoiou em cheio e tenho certeza de que com esse novo time que estamos montando garantiremos a governabilidade de Barrocas que vinha ameaçada e exigindo mudanças radicais.

O prefeito Almir despachava e dava entrevista em sua casa

Outras secretarias:

A secretaria de cultura esporte e lazer já teve seu secretário exonerado também, mas ainda não tenho como anunciar o nome do próximo secretário, pois estou ouvindo não somente a população, mas buscando nomes bons apresentados por alianças políticas que, como já disse, nos ajude a manter a governabilidade. Nesse caso estarei conversando com nosso amigo Antônio do PT e provavelmente essa pasta ficará com o PT.

Em relação à secretaria de educação, é outro estudo de caso que já estamos cuidando com muito critério. Estarei conversando com meu vice prefeito para ver se chegamos a um consenso de manter a secretária que vai indo bem em seus trabalhos à frente da pasta. No caso da educação também ouviremos o que pensa a secretária atual e dependendo desse estudo anunciaremos mudança ou permanência.

A secretaria de agricultura não sofrerá substituição continuando à frente da pasta Maria Luzeni.

A secretaria de ação social também não sofrerá mudanças permanecendo a secretária Elielma.

E na secretaria de obras continua o secretário o José Queirós o conhecido Dé.

Na educação vou ter um entendimento com meu vice prefeito, pois a secretária é sua filha, vou tomar assento com ele e com a secretária também para ver se ambos têm alguma proposta de permanecer e se foi preciso faremos mais uma mudança também na educação.

Exoneração em massa.

O prefeito Almir disse que todos os cargos de confiança ligados aos secretários exonerados foram também exonerados e voltou a repetir: “Muito embora se atribua a esse choque de gestão um cunho político, ele reuniu uma maior e mais importante decisão que foi o enxugamento da máquina e da folha para que possamos fazer uma administração dentro dos princípios da probidade administrativa e não gastar em folha mais do que é permitido pelos índices da Lei de Responsabilidade Fiscal.

Repercussão no âmbito político.

O prefeito Almir disse ter recebido vários telefonemas de políticos que fazem parte do time que ajuda Barrocas a crescer, como do próprio governador Jaques Wágner, de deputados como Rui Costa, Jonga Bacelar e o que mais o anima é receber a solidariedade e voto de confiança da maioria da população que há muito esperava por essa mudança.

Comentários