Bem-vindo | 15/06/2021

Portal Folha - O seu Jornal Online

Araci dá-me tua Praça e serei teu praça!

Meio maluco, um tanto sábio; meio irreverente um tanto verdadeiro, o candidato Gidalti a vereador pelo PSD (55100), vem fazendo uma campanha no mínimo excepcionalmente diferente. Com seu equipamento exótico, ele mesmo dá ser recado e reúne pessoas em pontos distintos para “um dedo de prosa”, como diz seu panfleto.

Por Gidalti Moura

seg, 19/09/2016 às 10:50

Desta vez o candidato Gidalti está anunciando que estará no espaço destinado a eventos na Praça da Conceição e dizendo: “Araci dá-me a Praça e serei teu praça!”.

O que o candidato quer dizer é que na etimologia militar, ser um praça é primeira e única via de entrada pelas corporações. Como a menor graduação na carreira, o praça abre o coração aos valores e ideais que o levarão aos mais altos escalões. A trajetória de um politico que ama a sua terra começa por aí.

folderGidalti está indo às praças, andando com seu equipamento pelas ruas dos bairros e dizendo as verdades que o povo precisa ouvir. Para ele, quem decide está pensando e sua pregação está sendo aceita por muitos como um grito, sacudindo o entendimento de quem pensa que está fazendo o certo.

Ele pergunta: Fazendo o certo pra quem? Essa forma de escolha em nome de um compromisso precisa ser repensada. Se não for compromisso com sua cidade, com sua terra, mude já!

Nós somos o resultado de nossas escolhas. Está na hora de escolher melhores resultados.

Nesta quarta à tardinha Gidalti estará na Praça “batendo um dedo de prosa” com quem lá estiver.

Gidalti não está preocupado com quantos estarão lá. Ele fará sua pregação certamente. Para ele, muita gente é multidão e pouca gente é um encontro de pessoas. É com pessoas que param, pensam e decidem que ele procura conversar.

Dê um pulinho lá! Convida o candidato

Pelo centro e pelos bairros, o candidato conversa com as pessoas e pede a todos que tomem tempo para a leitura de suas propostas. Sem ódio, sem medo e sem rabo preso.

Pelo centro e pelos bairros, o candidato conversa com as pessoas e pede a todos que tomem tempo para a leitura de suas propostas. Sem ódio, sem medo e sem rabo preso.

As vezes em ambiente fechado a convite ele está fazendo sua pregação e falando de uma história de 57 anos de escolhas erradas... doa a quem doer...

As vezes em ambiente fechado a convite ele está fazendo sua pregação e falando de uma história de 57 anos de escolhas erradas… doa a quem doer…

 

Comentários