Bem-vindo | 15/06/2021

Portal Folha - O seu Jornal Online

Jegues e cavalos de aço, máquinas de hoje que atendem o homem do campo

Se tirar as motos do pessoal da roça por que estão atrasadas, eles vêm pra cidade de jegue e de cavalo e aí é que vai ter animal fazendo cocô nas ruas aí vai complicar, disse o vereador Guri da tribuna.

Por Gidalti Moura

qui, 24/09/2015 às 20:24

O pronunciamento do vereador Guri foi interpretado como um desacato a policiais comentou o vereador Gilvan Oliveira dos Santos, o Guri de Pedra Alta. A publicação “ipsis litteris” do texto em questão dentro de seus 21 minutos usados na tribuna podem ajudar a entender o que disse e com que intensão.

 	Jegues e cavalos de aço, máquinas de hoje que atendem o homem do campo “Quero aqui também parabenizar a polícia militar que faz o seu trabalho assim muito bom, mas também quero deixar aqui a minha tristeza. Por que tem tanto jegue na rua e cavalo? Porque o povo da roça só anda de cavalo. Mas tem uns que compra sua motinha e o filho de Deus, sai do Campo Grande e vem a Padra Alta fazer sua feira e aí meu colega policial chega lá pega a moto do coitado, ah, a moto tá atrasada. Pega a moto do coitado atrasada, meu amigo é melhor você deixar a moto do camarada atrasada com o pai de família que vai levar comida dos seus filhos do que levar pro Detran e deixar lá o tempo comendo, enferrujando.

Elogio, mas faço as criticas também. Um amigo policial não vou dizer o nome pegou um cara amigo duas vezes. Quando o cara passa aqui pra Feira de Santana com Hilux com uma BMW, ninguém para você vai com um fusca velho é parado.

Então eu peço nessa manhã eu sei que é difícil, na minha região sempre vai viatura, eu fico feliz com isso e peço que Deus Toque no coração da Polícia Militar

Mas minha gente até uma abordagem, quando é pra ser feita por policiais pra ser feita sem grosseria, policiais que chega lá o jovem tá bebendo e mete a mão na orelha, se fosse um filho de advogado de Juiz bebendo será que vai fincar a mão na cara dele? É jovem e desce a madeira ai eu critico.

Mas encerrando por hoje, só quero dizer pra Polícia Militar que  foi crítica mas construtiva, porque o pobrezinho chorando lá segunda feira tomaram a moto do coitado e ele veio pedir o vereador. Pude falar:  Infelizmente o papel do vereador não é de polícia mas se eu fosse policial ajudaria vocês mas eu não sou.

Nessa manhã quero pedir a Nossa Senhora Aparecida a São Pedro e eu acho que vamos deixar as motinhas dos coitados lá no fundo do baú dos coitado, se não vai ter que andar pela rua e aí vem de Jegue e de cavalo pra cá aí vão começar a fazer cocô nas praças, vai sujar a cidade vai complicar mais ainda. Eu só desejo um bom dia a todos mas eu não sou burro, terminou Vereador.

 

Comentários