Bem-vindo | 15/06/2021

Portal Folha - O seu Jornal Online

Da tribuna da Câmara: – “O que não se ouviu”

Para os que foram mais longe nos açodamentos politiqueiros, a cessação da transmissão no final do discurso do vereador José Augusto em nada teve a ver com meras coincidências. Exatamente na hora em que os vereadores da oposição se preparavam para darem o troco. Foi confirmada e periciada a falha técnica. As duas linhas da rádio estavam mudas.

Por Gidalti Moura

ter, 29/09/2015 às 17:50

Da tribuna da Câmara: - “O que não se ouviu”A sessão desta terça feira se realizou com a presença de dez dos quinze vereadores: Riva, Bete Marlúcia, José Augusto, Guinha Rômulo, Léo, Laerto, Manoel e Anastácio.

De quase tudo o que se ouviu, foi transmitido pelas ondas da Cultura FM até às 10:37, quando o segundo orador José Augusto estava terminando seu pronunciamento quando sessou a transmissão por problemas técnicos nas linha telefônica da rádio que recebe o sinal.

Da tribuna da Câmara: - “O que não se ouviu”O discurso de José Augusto não fugiu ao velho diapasão. Rasgar fita para o prefeito e detonar a ex-prefeita.

O que disse o “líder-mor” da situação foi ouvido, mas vamos apenas lembrar o que disse:

“Gostaria de falar aqui do que foi noticiado no G1, e ali “Mais uma denuncia contra a ex-gestora Maria Edneide Torres Silva Pinha conhecida como Nenca”, denuncia do SUAS sem prestar conta de R$ 648 mil” –  e mais: “a prefeita esta condenada e diz nas redes sociais que vai ter novidade na política de Araci…

A equipe de choque da oposição ficou ouriçada logo rascunhou o contra-ataque e logo com quem? Vereador Rômulo.

Velho guerreiro batedor e defensor ao que e a quem lhe convém, ocupou de imediato a tribuna e foi logo pondo as cartas na mesa.

“As vezes por maldade ou por falta de conhecimento, essa tribuna é usada com objetivo de distorcer a mente do povo araciense”, – disse Rômulo. E continuou: “Todos sabemos da situação dos prefeitos do Brasil, os prefeitos infelizmente respondem a processos”.  O vereador que hoje é acadêmico de direito adiantou: “Processo se move contra quem nos ofendeu, mas isso não significa condenação de ninguém”. Ninguém fica inelegível porque responde processo. Como hoje o prefeito Silva Neto responde processo. Alguém só é punido pela inelegibilidade depois de condenado, afirmou Rômulo. A todo instante tentam condenar a ex-prefeita Nenca. Não sei que medo é esse. Nada impede dona Nenca de ser condenada. É uma pré-candidata em 2016, nada impede a não ser que seja julgada e condenada.

Da tribuna da Câmara: - “O que não se ouviu”Depois Rômulo analisa o mérito do que disse o colega José Augusto: “Uma coisa é uma denuncia e uma informação é outra coisa. A notícia do G1 que o senhor leu, não diz nada de que ela esta inelegível e aí o vereador vem aqui, relatar uma notícia como uma denuncia, mas o que ele quer é confundir a mente das pessoas – “A falta de conhecimento e a maldade faz com que “políticos” criem essa imagem”. Não podemos ser injustos. Temos de falar a verdade”.

O vereador Léo de Eridan pede um aparte e fala que entrou em contato e pediu a ex-prefeita para que ela procurasse a fonte dessa publicação dizendo que é mais uma denuncia.

“Começou a putaria” – disse o vereador Léo, depois de pedir desculpa ao presidente.

Agora começou a guerra. Quem tiver suas tendências, vai e processa os políticos e ele vai responder processo, como se processa por causa de um celular. “Estamos prontos para a guerra” – disse Léo e completou: É muito homem com medo dessa mulher.

Puxão de orelha:

Não se pode ouvir também o puxão de orelha que o vereador José Augusto deu à secretária de saúde Keinha sobre a presença dos porcos no João Vieira.

“Eu vou mandar um recado aqui: Vereadora, ou corrigiu; secretária, tem de resolver o problema dos porcos na nova Praça do João Vieira e disse: “Se não resolver daqui pra terça feira, eu vou sair do sério. Secretária o problema dos porcos é problema de saúde. Finalizou José Augusto.

Da tribuna da Câmara: - “O que não se ouviu” A volta do PSD

O vereador Léo saudou aos amigos presentes e falou com Naldo do Caldeirão dizendo: “Saúdo você que é companheiro do 55 e vou lhe dar uma notícia em primeira mão”: O nosso PSD voltou para nosso comando, estou habilitado como presidente, tenho a senha do TER. Acabou essa “estória” de que perdemos o PSD.

Nem um fio de cabelo:

A expressão é do vereador Léo ao falar do colega José Augusto por dizer na tribuna que tudo o que tem em João Vieira, foi luta dele.

Vossa excelência tentou mudar o lugar da quadra e era contra a obra da quadra.

Vossa excelência nunca foi vereador no tempo de Zedafó, não teve participação no colégio com seis salas que Nenca fez;

Vossa excelência não tem participação no Araci Norte; na mecanização agrícola, na barragem do João Nery, em mais duas barragens que eu consegui…

Vossa excelência não tem influencia nem de um fio de cabelo na quadra do João Vieira e vem dizer que tudo o que tem ali é seu…

A população vai saber a verdadeira versa de tudo, disse Léo.

Jose Augusto rebate.

Vereador, eu só citei aqui o que foi resultado de minha luta.  E eu era presidente da associação quando fui presidente,

Fui suplente e lutei pela primeira praça e foi feita por Zedafó.

Os computadores foi uma luta minha como presidente da entidade…

A nova praça de agora foi um pedido nosso e você disse que não ia sair

Torre de celular foi nossa luta; o trator foi luta minha;

Vamos pro debate e mostrar quem fez mais obras em João Vieira, propôs José augusto.

Comentários