Bem-vindo | 18/06/2021

Portal Folha - O seu Jornal Online

Câmara de Vereadores de Araci. Oposição questiona reconhecimento de liderança da bancada

O presidente José Augusto rebate o vereador Leandro dizendo que todos os vereadores optaram pelo líder da minoria, representado pelo vereador Anastácio Carvalho, que segundo ele, faz parte da bancada de oposição.

Por Do Karmo Carvalho

ter, 06/08/2013 às 18:09

Pilates estudioO vereador presidente José Augusto e o vereador Leandro Andrade (Léo de Eridan) ambos representantes da região de João Vieira – zona rural de Araci, nas brechas da Lei e do regimento interno da casa, eles debatem sobre a nomeação oficial do líder da bancada de oposição.  O vereador Leandro questiona porque a mesa nunca colocou em aprovação o nome do futuro líder da bancada que faz oposição ao atual governo, posição que o vereador almeja representar. “O regimento não obriga, mas é uma afronta a constituição e é um direito de nós vereadores” – afirma o vereador Léo de Eridan.

Léo e Zé AuustoO presidente José Augusto rebate o vereador Leandro dizendo que todos os vereadores optaram pelo líder da minoria, representado pelo vereador Anastácio Carvalho, que segundo ele, faz parte da bancada de oposição. “Todos assinaram pelo líder da minoria (…). Não é justo a bancada de a oposição ter dois líder” – comentou o presidente que assegura agir conforme a Lei e conforme o regimento interno.

Para o vereador Leandro, o presidente acatou o vereador Anastácio como o líder da minoria porque é ligado ao seu grupo, e disse ainda que o presidente quer diminuir o tempo da oposição na tribuna. E sobre a afirmação do presidente de que o líder da minoria foi indicado pela oposição, o vereador Leandro afirma que o vereador Anastácio Carvalho, não faz oposição ao atual gestão.

O líder da minoria ainda não se manifestou sobre o assunto. O fato é que o mistério público vai interferir na indicação do líder da oposição, muito embora não seja regimental, mas é necessário para a eficiência do trabalho democrático da Câmara e da saúde da gestão pública. O vereador e presidente José Augusto disse que vai respeitar a interferência do Ministério Público, mas que toma suas decisões conforme a Lei e ao regimento interno da casa.


 

Comentários