Bem-vindo | 21/10/2019

Portal Folha - O seu Jornal Online

Professora faz protesto só de lingerie por sofrer preconceito por ser “gostosa”

Com o protesto, Jéssica diz que espera chamar a atenção para o preconceito e para a educação no país, que, a seu ver, vai de mal a pior. “O Brasil perdeu uma excelente professora”, garante.

Por Do Karmo Carvalho

qua, 26/03/2014 às 16:40

Gostosona de Congonhas

“Nesse país não pode ser bonita e inteligente” – Dispara Jéssica

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“Gostosona de Congonhas”, como ficou conhecida, a jovem Jéssica foi professora durante cinco anos. Formada em matemática conta que sofreu preconceito desde a época da faculdade. “Diziam que eu saía com os professores para ter notas como as que eu tinha. Só tirava de oito para cima. E sempre fui estudiosa. Impressionante. Nesse país não pode ser bonita e inteligente”, dispara ela, que lecionou para adolescentes e adultos em Porto Alegre, onde morava: “Dava aula em três períodos. Ganhava cerca de R$ 2,5 mil por mês. Hoje, com dois eventos tiro isso”.

Com uma garrafinha de álcool e uma caixa de fósforos, Jéssica fez seu protesto solitário porque, como professora, não consegue mais emprego na área. Sendo assim, decidiu mostrar sua indignação em frente à Secretaria Estadual de Educação de São Paulo. Não sem antes, claro, tirar o vestido e ficar apenas de lingerie para, digamos, chamar mais atenção para sua condição de “mestre desempregada”. “Já acreditei na educação desse país. O que querem? Que eu coloque uns óculos fundo de garrafa, roupas largas e tenha cara de nerd? Só porque sou gostosa não posso dar aula?”, questiona ela, indignada.

Com o protesto, Jéssica diz que espera chamar a atenção para o preconceito e para a educação no país, que, a seu ver, vai de mal a pior. “Eu tentei ensinar aqueles adolescentes, dar um panorama do que é a vida. Tentei ser amiga, e eles me tiravam. Então, decidi ser a carrasca. Não mostrava os dentes e isso me fazia mal, porque não sou assim. Dei um basta. O Brasil perdeu uma excelente professora”, garante. Informações e fotos: Globo.com

Comentários