Bem-vindo | 23/10/2019

Portal Folha - O seu Jornal Online

Cadê a mídia?

Por: Gidalti Moura. Cadê a “capilogência” desse pessoal que fica cobrando a […]

Por Gidalti Moura

qui, 31/01/2013 às 13:51

Por: Gidalti Moura.

Ha mais de 12 anos dois instrumentos da mídia jornal e rádio consagraram dois nomes. José Socorro na imprensa falada e Gidalti Moura na escrita. Quem não entende de mídia deve entender que a imprensa merece respeito.

Cadê a “capilogência” desse pessoal que fica cobrando a presença da mídia só porque organizou, provocou, ou convidou para um fato ou feito e quando tem que iniciar os planos intencionados, não vê Zé Socorro, logo não vê a “Rádia” e diz que a mídia não estava presente, ou não vê alguém do jornal Folha dos Municípios ou do portalfolha e mais uma vez diz que “a mídia externa não se fez presente”.

Gente, vocês que só valorizam a imprensa quando algo não bateu bem do lado que interessa, precisa entender que imprensa é uma coisa e mídia é outra que nada tem a ver com essa cobrança ou referencia a ela.

A imprensa estará sempre presente quando ela entende que o fato é relevante para a sociedade, quando provoca a busca da leitura, do conhecimento de suas pautas e muitas vezes ela não vai porque quer que nada disso aconteça, ela decide porque ela é assim. Livre, autônoma, intencional, mas responsável. Nessa trilha, estão: o pessoal da imprensa escrita (jornal e sites) e falada (rádio) de Araci. Ademais, é preciso também separar a imprensa falada que é a rádio comunitária, tanto do site da rádio que não se caracteriza imprensa, é um sitio institucional, como do apresentador José Socorro que com seu programa produz matérias para um veículo de imprensa, a rádio.

Mídia, gente, a mídia nunca vai estar onde você espera, fazendo noticia do fato que alguém fez acontecer. A mídia, o conceito que se deve ter dela é um coletivo de grupo de comunicação em prol da informação, do entretenimento e da propaganda: internet, rádio, televisão, jornais, revistas, etc.

Quando o fato não se fez notório, não virou notícia foi “alguém da mídia” não estava lá, não foi lá, não focou sabendo, não fez a matéria escrita (jornal) falada (rádio) e aos jornalistas, comunicadores, fotógrafos somente cabem as razões pelo direito de uma lei que os rege em seus misteres.

Comentários