Bem-vindo | 21/10/2019

Portal Folha - O seu Jornal Online

Em nota, Presidente do Diretório Municipal do PT rebate acusações

Na manhã desta segunda-feira (28), fui pego de surpresa com uma entrevista na emissora local, proferida por 1 filiado do PT e 2 simpatizantes, os quais destilaram ódio, inveja e mentiras no ar, afetando a minha honra e a minha moral. Tendo em vista o ocorrido e zelando sempre pela verdade, venho a público expor as seguintes informações:

Por Do Karmo Carvalho

ter, 29/10/2013 às 08:44

Nota Pública À Imprensa

Na manhã da segunda-feira (28), fui pego de surpresa com uma entrevista na emissora local, proferida por 1 filiado do PT e 2 simpatizantes, os quais destilaram ódio, inveja e mentiras no ar, afetando a minha honra e a minha moral. Tendo em vista o ocorrido e zelando sempre pela verdade, venho a público expor as seguintes informações:

1.            EXPULSÕES: O Diretório Municipal do PT proferiu expulsão de apenas de 4 filiados que não acompanharam a trajetória política do Partido nas eleições de 2012, fizeram campanha e votaram contra o candidato a vice-prefeito do PT, em aliança com o PSD, devidamente aprovada pela Estadual do Partido. Os expulsos são: Gilma Almeida, Fredson Mileno, Erivaldo e Flávio Amaral.

2.            As expulsões ocorreram dentro dos trâmites estabelecidos pelo Estatuto do Partido, com devida notificação enviada via Correios, e obedecendo aos prazos cabíveis para defesa do contraditório. Acontece que Gilma Almeida se recusou a receber qualquer documento entregue pelo Partido, inclusive via Correios.

3.            José Domingos, Valmir Barreto e Benício não foram expulsos. José Domingos continua filiado, Valmir Barreto pediu desfiliação e Benício teve a filiação cancelada pela Justiça Eleitoral, por estar filiado a dois Partidos, sendo configurada dupla-filiação. Desta forma, a Juíza Eleitoral de Araci cancelou ambas as filiações. Quem acusou que eu teria expulsado estas pessoas terá que provar, cedo ou tarde, em Juízo.

4.            PROCESSO DE ELEIÇÃO DIRETA – PED: Não é verdade o que foi dito pelo filiado Elielson Carneiro a respeito da chapa que ele tenta registrar e que terá decisão da Executiva Nacional, favorável ou não, ao pedido de registro de sua candidatura, isso porque, o Regimento do PED estabelece que os filiados que têm cargo de confiança (já que exerce função de cargo comissionado na Prefeitura de Araci) devem quitar mensalmente as contribuições do Partido. Ele não o fez, quitou apenas agosto como filiado normal, sedo que deveria quitar os demais meses. Se a Nacional considerar apenas a quitação do mês de agosto e acordar que ele ainda pode quitar dos demais meses, ele estará apto a concorrer, do contrário, não concorrerá.

5.            Acionarei a Justiça pelas mentiras que foram ditas contra a mim nesta manhã, aludindo danos morais por terem feito acusações que mesmo que revirem o mundo jamais poderão prová-las. Tudo na vida tem limite. Não se pode, em nome de uma disputa, perder o pudor, sobretudo quando se está errado.

6.            Ademais, considero uma falta de caráter expor a vida de um pai de família como eu, uma pessoa que nada deve em todos os aspectos, em algo que diz respeito somente ao próprio partido. É uma questão interna que não deveria ser exposta por interesses outros e a favor de terceiros. Apenas 145 filiados estão aptos a votar no PED, portanto, este processo é algo que diz respeito a estes filiados. Tornar isso público é um ato de gente espúria, imatura, interesseira, que pensa que o mundo gira ao redor dos seis próprios interesses.

7.            Estou tranquilo quanto aos meus atos e na segunda-feira (4/11) irei à rádio desfazer as calúnias proferidas contra a minha honra.

Renildo Carvalho
Presidente Municipal

Comentários