Bem-vindo | 23/10/2018

Portal Folha - O seu Jornal Online

Debate oportuniza ao eleitor de Araci conhecer perfil e propostas de cinco pré-candidatos a deputado estadual

O evento que ocorreu ontem (domingo 22) além de promover o debate de ideias entre os participantes, oportunizou a todos os que lá se encontravam presencialmente e aos milhares que acompanharam o acontecimento nas redes sociais, conhecer o perfil de cada um nos âmbitos de suas carreiras, profissão, convicções políticas e de suas identificações com o município de Araci.

Por Gidalti Moura

seg, 23/07/2018 às 08:43

Neste ano todos os brasileiros comprometidos com a democracia e com o futuro de seus municípios estarão digitando nas urnas no domingo 07 de outubro seus votos que colocarão nas assembleias legislativas seus deputados estaduais, seus deputados federais na Câmara Federal, seus senadores no Congresso Nacional, governadores e presidentes da República.

Este acontecimento nacional que ocorrerá em outubro constitui-se em um dos momentos mais importantes na vida de cada cidadão brasileiro e muito se debate sobre candidatos a governador e presidente. Acredito que a iniciativa do Programa Carona com Papalo e sua equipe organizadora, talvez do primeiro debate com pré-candidatos a deputado estadual deve ser elogiada como uma ideia de vanguarda pois o Debate de hoje na Câmara de Vereadores sem dúvida alguma veio ampliar  o conhecimento sobre  esse cargo eletivo de Deputado Estadual, como representantes da população, e de sua função de propor, emendar, legislar ou alterar projetos de lei que representem quem os elegeram, além de fiscalizar ações administrativas, como execução orçamentária do Governo do Estado, e garantir a boa administração estadual juntamente com o Governador.

O evento de hoje além de promover o debate de ideias entre os participantes, oportunizou aos que lá estavam presencialmente e a milhares que acompanharam o acontecimento nas redes sociais, conhecer o perfil de cada um nos âmbitos de suas carreiras, profissão, convicções políticas e de suas identificações com o município de Araci.

Dos onze participantes anunciados e esperados, somente cinco deles compareceram ao debate e coincidentemente os cinco são aspirantes a mandatos. Os outros quatro que estavam sendo esperados são os deputados de mandato e foram criticados veementemente pelos aspirantes a colegas. Na colocação de alguns deles, embora a coordenação informando suas justificativas pela ausência, foram alvo de críticas de alguns.

Os participantes foram chamados à mesa pelo Moderador do Debate. Tomaram lugar à mesa e as perguntas e colóquios entre eles foram feitos em uma tribuna visivelmente colocada em frente com o auditório.

Denisson procedia aos sorteios dos temas

Para início do Debate os participantes enfrentaram um sorteio que definiu a ordem de participação em cada um dos seis blocos que tratavam dos temas pela ordem: 1º bloco – apresentação do pré-candidato. – 2º bloco – perguntas com tema livre; – 3º bloco – perguntas com tema determinado; – 4º bloco – perguntas com tema livre, – 5º bloco – perguntas com tema livre feito pela plateia, – 6º bloco – perguntas com tema livre feito por pessoas da plateia e o 7º e último bloco – considerações Finais.

Flashes do 1º Bloco quando os candidatos se identificaram, traçaram seus perfis e falaram sucintamente de seus projetos de campanha e de suas bandeiras para chaga à Assembleia como representante.

Nesse momento todos se colocaram como críticos aos outros convidados que estão no exercício de mandato pela ausência. Para eles os candidatos de mandato foram desprestigiaram o programa e os colegas convidados ao debate.

Os temas eram sorteados por Denisson Dias, o participante indicado escolhia um dos colegas para o debate a dois frente à tribuna.

No 2º Bloco perguntas com temas livres entre os candidatos foram feitas começando com Rosival Leite que perguntou a Ricardo Souza sobre suas propostas sobre a Agricultura Familiar.

O enfermeiro Advan faz sua pergunta escolhendo o participante Gerinaldo para perguntar sobre a importância de sua candidatura como candidato da terra.
… não se trata de filho da terra, somos todos filhos do Brasil e da Bahia – Responde Gerinaldo.

 

Rosival Leite é perguntado por Léo de Garcia sobre esporte. Somos ainda pré-candidatos, mas se nosso mandato se consolidar, estaremos discutindo o tema esporte com os jovens isso porque já fazemos isso ao longo de nossa militância e também como governo. Léo envidou duras críticas ao governo municipal em relação ao esporte.

No bloco que tratava da educação o participante Advan pergunta a Ricardo Souza. O governo gasta R$ 28 mil para cursar a universidade e gasta somente R$ 2.600,00 com o estudante da educação básica. Nosso problema é de base na educação, disse Ricardo.

No bloco sorteado com tema sobre a seca o participante Gerinaldo pergunta as Léo de Garcia sobre seus planos para com a seca. Léo lamentou que nos últimos doze anos a seca tem sido um mal necessário para os políticos que a consideram uma máquina de angariar votos.

O tema corrupção foi um dos assuntos sorteados e o participante Rosival pergunta a Advan o que ele acha da corrupção no país. Só agora a corrupção está sendo debatida e mostrando nas redes sociais a cara dos políticos. A corrupção começa na eleição e o eleitor é um ente corrupto por se deixar corromper vendendo seu voto, disse Advan. Para Rosival o fortalecimento de instituições que trata do combate da corrupção é um novo modelo a ser desenvolvido.

 

 

 

 

Mais temas entraram no debate a dois. Léo de Garcia pergunta no Bloco que tratou das estradas ao participante Rosival sobre o que ele pensa em relação da estrada que liga Santa Luz a Araci. O governo do PT foi o que mais construiu estradas na Bahia. O assunto da estrada que você falou é um assunto que o governo Rui está dando prioridade. Disse Rosival.

Os participantes Ricardo e Léo de Garcia debateram sobre a agricultura. Léo disse que os políticos que governa a Bahia há 12 anos só fazem propaganda sobre a agricultura. É preciso focar na questão da água que é vida para o agricultor, disse Léo.

Gerinaldo volta a perguntar a Ricardo Araújo: O que que o pessoal da direita pretende fazer para melhorar a saúde? O Estado tem pouca oferta de saúde e só sabe fechar hospitais citando vários casos na Bahia. A solução é colocar um governo que trabalhe pela saúde, disse Ricardo.

No bloco que tratava de segurança Advan pergunta ao participante Léo o que ele pensa em relação á segurança no município. A ferida da segurança está na falta de apoio do governo às Policias do interior. Falta efetivo, falta combustível, falta viaturas. Se as prefeituras não entrar com apoio, a segurança fica ao deus dará, disse Léo.

No final todos os participantes fizeram suas considerações finais e de forma livre fecharam suas participações no debate que em seu conteúdo total foi divulgado em tempo real pelas redes sociais.

Comentários