Bem-vindo | 03/06/2020

Portal Folha - O seu Jornal Online

Serão encaminhados para a Bahia os dois rapazes presos que simularam o próprio sequestro para extorquir dinheiro de vencedora da Mega

A Polícia Civil conseguiu imagens de câmeras de segurança de um banco em Várzea Paulista que mostravam Cristiano entrando na agência para fazer o saque. Ao ver as imagens, a ganhadora do prêmio reconheceu o filho. Logo após, foram expedidos os mandados de prisão.

Por Do Karmo Carvalho

ter, 04/02/2014 às 09:36

Wellington Santos Oliveira e Cristiano Araújo dos Santos serão transferido para a Bahia.

Wellington Santos Oliveira e Cristiano Araújo dos Santos serão transferido para a Bahia.

A atitude do filho da vencedora da Mega da Virada que forjou o próprio sequestro para tentar tirar dinheiro da mãe foi motivado por ganância, segundo o delegado de Teofilândia (BA), Getúlio Queiroz. “Quem não tem o mínimo de respeito pela própria mãe pode fazer isso com qualquer outra pessoa”, explica Getúlio. Ainda segundo o delegado, outras cinco pessoas são suspeitas de ajudarem a cometer o crime e serão investigadas.

O filho Cristiano Araújo dos Santos, de 22 anos, juntamente com Wellington Santos Oliveira, de 20 anos, que ajudou Cristiano a aplicar o golpe na mulher, foram presos na sexta-feira (31) e apresentados nesta segunda-feira (3). Eles foram levados ao Centro de Triagem de Jundiaí (SP) e devem ser encaminhados para a Bahia.

O plano da dupla era extorquir R$300 mil da mãe de Cristiano, que mora na cidade de Teofilândia que participou de um bolão com outros 21 funcionários do Hospital Municipal de Teofilândia. Ela recebeu cerca de R$ 2 milhões de prêmio.

O Delegado da cidade, Getúlio Queiroz, acompanhou o caso e descobriram a farsa. Foto Reprodução TV TEM

O Delegado da cidade, Getúlio Queiroz, acompanhou o caso e descobriu a farsa. Foto Reprodução TV TEM

Segundo a polícia, Cristiano ligou para a mãe, que trabalha como faxineira no hospital da cidade baiana, dizendo que foi sequestrado e que precisaria pagar o amigo Wellington após ter usado R$ 250 mil para libertá-lo dos supostos sequestradores.

A Polícia Civil conseguiu imagens de câmeras de segurança de um banco em Várzea Paulista que mostravam Cristiano entrando na agência para fazer o saque. Ao ver as imagens, a ganhadora do prêmio reconheceu o filho. Logo após, foram expedidos os mandados de prisão.Fonte: G1

 

Comentários