Bem-vindo | 17/02/2019

Portal Folha - O seu Jornal Online

PF fecha o cerco contra corrupção e leva presos ex-prefeitos e gestores de 25 municípios baianos

A polícia afirma que irregularidades já foram constatadas nos municípios de Fátima, Heliópolis, Ipecaetá, Aramari, Banzaê, Ribeira do Pombal, Sítio do Quinto, Água Fria, Novo Triunfo, Itiruçu, Ourolândia, Santa Brígida, Paripiranga, Itanagra, Quijingue, Sátiro Dias, Coração de Maria, Cícero Dantas, Lamarão e São Francisco do Conde.

Por Do Karmo Carvalho

ter, 13/05/2014 às 16:25

Foto: Acorda Cidade.

Sede de PF em Feira de Santana para onde os presos foram levados. Foto: Acorda Cidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Policiais federais deflagraram uma operação nesta terça-feira, 13, em Salvador e mais 25 municípios baianos, além de Aracaju, em Sergipe, e Brasília. São cumpridos 29 mandados de prisão, incluindo seis ex-prefeitos, quatro vereadores, cinco secretários municipais e nove funcionários públicos.

A polícia afirma que irregularidades já foram constatadas nos municípios de Fátima, Heliópolis, Ipecaetá, Aramari, Banzaê, Ribeira do Pombal, Sítio do Quinto, Água Fria, Novo Triunfo, Itiruçu, Ourolândia, Santa Brígida, Paripiranga, Itanagra, Quijingue, Sátiro Dias, Coração de Maria, Cícero Dantas, Lamarão e São Francisco do Conde.

A maioria dos mandados de prisão é cumprida na cidade de Fátima, onde foi detido o ex-prefeito Osvaldo Ribeiro do Nascimento e o filho dele, José Roberto Oliveira do Nascimento, que é secretário de Finanças. Foram detidos também o vereador Francisco Borges de Santana e do ex-secretário de Finanças, Erivaldo Costa de Santana, além de José Uilson Batista Reis, José de Jesus Souza, Damião Santana e José Durcival Nascimento Santos, que não tiveram os cargos divulgados. Até as 12 horas de terça-feira, 14 pessoas foram detidas só na cidade de Fátima.

A PF apreendeu também documentos e computadores. Foto: A Tarde.

A PF apreendeu também documentos e computadores. Foto: A Tarde.

Operação

Segundo o Jornal A Tarde, Os detidos são acusados de envolvimento em um esquema de desvio de recursos públicos e corrupção. A ação, intitulada “13 de Maio”, também prevê o cumprimento de 83 mandados de busca e apreensão.

Policiais federais estiveram na manhã desta terça no edifício Atlanta Empresarial, no Costa Azul, em Salvador, onde cumpriram mandados de busca e apreensão em um escritório de contabilidade. Os agentes saíram do local com malotes e caixas com documentos.

Além de Fátima e Sítio do Quinto, o esquema criminoso era praticado nas cidades de Heliópolis, Ipecaetá, Aramari, Banzaê, Ribeira do Pombal, Água Fria, Novo Triunfo, Itiruçu, Ourolândia, Santa Brígida, Paripiranga, Itanagra, Quijingue, Sátiro Dias, Coração de Maria, Cícero Dantas, Lamarão e São Francisco do Conde.

Os acusados detidos nas cidades de Banzaê, Ribeira do Pombal, Sítio do Quinto, Fátima, Itiruçu e Sátiro Dias permanecerão no posto da delegacia da PF em Feira de Santana (a 109 quilômetros de Salvador), de onde serão conduzidos para o Conjuntos Penal do município.

De acordo com a PF, foram desviados cerca de R$ 30 milhões. A verba ficava em uma conta do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O dinheiro seria utilizado em serviços de engenharia, transporte escolar e na realização de eventos sociais.

A ação também conta com o apoio da Controladoria Geral da União (CGU), da Receita Federal e da Assessoria de Pesquisa Estratégicas da Previdência Social. (Informações e Fotos: Jornal A Tarde e Acorda Cidade).

Comentários