Bem-vindo | 23/10/2020

Portal Folha - O seu Jornal Online

Vereador Marquinho, uma tribuna diferente

O vereador Marcos Pimentel usou a tribuna para elogiar o médico James Kirkwood pelo que vem fazendo como tutor de Jeidson, médico interno no Hospital Municipal. Jeu de Cica é um exemplo e estímulo a outros profissionais que abrem mão de certas oportunidades fora, para servirem em sua terra, disse Marquinhos.

Por Gidalti Moura

qua, 21/10/2015 às 18:16

Vereador Marquinho, uma tribuna diferente O vereador Marcos na tribuna da sessão de ontem dividiu seu pronunciamento em dois tempos. Um tempo comum entre tantos que são gastos na tribuna e o outro apresentando um jeito diferente de usar a tribuna, que, aliás, vem se tornando mais comuns na Câmara de Araci, graças a Deus.

Marquinho que carrega na pele a sensibilidade de um garoto que saiu de sua terra e conseguiu voltar como cidadão útil, vencedor, foi movido por esse intuimento e dedicou parte de sua tribuna para elogiar e agradecer ao médico James Kirkwood pelo que vem fazendo como tutor de Jeidson, um araciense que saiu com dificuldades de Araci e foi para a Bolívia e hoje é médico interno no Hospital Municipal.

O médico interno com é o nosso conhecido irmão “Jeu de Cica” pratica medicina através de um programa de formação cuja responsabilidade profissional fica tutelada por um médico formado e experiente.

Esse tutor de Jeu de Cica é o Dr. James que o acompanha e referenda as ações do médico interno até que se torne doutor pela posse de seu CRM.

aaaaaaaaaaaa

Jeidson com o Dr. James no hospital.

Marquinho elogiou essa forma dedicada e desprendida do Dr. James como um profissional que lutou para cegar onde está e devolve esse tributo a um jovem aspirante que sonha com um lugar no mundo dos médicos respeitáveis desse país.

O vereador também elogiou a coragem de Jeu, comentou de sua luta, a luta de sua mãe Cica e das barreiras que vem enfrentando depois que chegou da Bolívia. “Sinto-me orgulhoso por falar de um garoto folho de Araci, que como muitos saíram daqui, se preparou e escolheu dedicar seu talento profissional aos seus conterrâneos em sua terra” – disse Marquinho da tribuna.

Jeu de Cica foi usado pelo vereador como um exemplo e um estímulo para aqueles que abrem mão de certas oportunidades fora para servirem em sua terra.

Mas está de parabéns também o parlamentar Marquinho porque presenteou para a comunidade um momento diferente na tribuna da Câmara, que tem sido ultimamente um instrumento usado para semear desapontamentos.

Comentários