Bem-vindo | 26/05/2020

Portal Folha - O seu Jornal Online

Secretária de Saúde e Prefeito expõem Plano de Contingência ao Corona vírus

O encontro teve cunho seletivo e tinha o cuidado de não aglomerar pessoas. Equipe administrativa da saúde, vereadores, lidere de entidades, pastores, padre e agentes da imprensa, formaram um mine auditório na Quadra do CEMOB na tarde de hoje. O Decreto baixado pelo prefeito e suas consequências dominou o debate.

Por Gidalti Moura

qua, 18/03/2020 às 21:06

A secretária Municipal de Saúde de Araci, Ana Ofélia Marque, o prefeito Antônio Carvalho da Silva Neto, a vice-prefeita Maria Betivânia Lima de Jesus, o presidente da Câmara vereador Jefson Miranda Cardoso Carneiro, o secretário de agricultura e meio ambiente, Anastácio Carvalho, Wiliam dos Anjos secretário de relações institucionais, a secretária Rita Adriana de desenvolvimento social, formaram a mesa que norteou os debates do encontro para expor o Plano de Contingência da Prefeitura para o enfrentamento do COVID-19, nome atribuído pela Organização Mundial da Saúde, à doença provocada pelo novo coronavírus SARS-COV-2.

Coordenadoras participaram na apresentação das estratégias em suas respectivas áreas de atuação, como Vigilância Sanitária e Enfermagem.

O encontro teve como objetivo discutir detalhes de forma a contemplar medidas de prevenção, vigilância e assistência para lidar com um possível caso do novo coronavírus. “Estamos em estado de alerta aqui no município de Araci, como estão outros municípios, o Estado da Bahia e o Brasil”, disse Ana Ofélia ao dar abertura ao encontro com um auditório seleto na Quadra do CEMOB na tarde de hoje.

Mesmo sabendo que não há nenhum caso em nossa região, a situação é grave e exige um planejamento eficaz. Nós o prefeito Silva Neto e eu, como autoridades constituídas e nomeadas, entendemos que é nossa responsabilidade organizar a rede preventiva para que em qualquer ocorrência possamos ter condições de debelar a doença que chegou a nós de forma nunca esperada.

Na reunião se pronunciaram numa mesma sintonia a secretária Ana Ofélia e o prefeito Silva Neto apresentando a todos os presentes, protocolos que nortearão a equipe de servidores e agentes de saúde para darem respostas e soluções a cada nível de evolução da doença. “Nossa equipe está preparada e tem capacidade de prestar orientações e atendimento que vai desde a Atenção Básica até o nível terciário”, disse a secretária.

No elenco das recomendações dadas pela secretaria consta o aparelhamento que a secretaria possa precisas, separação do fluxo e manejo de pacientes com casos comuns de gripe, dengue e seu encaminhamento para uma unidade especial de atendimento específico aos que confirmarem sintomas do corona vírus. A unidade de saúde no bairro do São João, está definitivamente preparada, com dois respiradores e uma UTI móvel para remoção de possíveis casos confirmados, explicou Ofélia.

Ali foi discutido também as medidas que foram editadas no Decreto “NE” Nº 13/29 de 18.03, assinado pelo Chefe do Executivo “estabelecendo medidas temporárias de prevenção ao contágio pelo novo Corona Vírus COVID-19 no âmbito territorial de Araci”. Os 20 artigos que compõem o Decreto, tratam da implementação do plano de contingência permite a atuação conjunta da Secretaria Municipal de Saúde o Ministério da Saúde, da sociedade organizada, dos cidadãos exigindo de todos, a responsabilidade social em situações de epidemias e desastres que demandem a ação urgente de medidas de prevenção, com protocolos e procedimentos específicos como: Criação de Comitê de Prevenção, Medidas adotadas ao ser detectado influencia do vírus e o isolamento da pessoa, Limite de aglomeração de pessoas no Artigo 9º que limita até 50 pessoas, Adiamento de festas, Suspensão de aulas por 15 dias, Limite de barraqueiros nas feiras livres proibindo barraqueiros de fora do município,  Regras de distanciamento de mesas e assentos nos bares e restaurantes e Campanhas de conscientização sobre etiquetas e comportamentos das pessoas.

Ao comentar sobre o decreto por ele assinado neste mesmo dia, o prefeito Silva Neto disse que embora ele venha desagradar algumas pessoas ou algum seguimento, as medidas editadas têm o objetivo de conter situações de risco à saúde pública. O Decreto está publicado no site da Prefeitura e da Câmara Municipal.

Outros temas foram discutidos como paralização de aulas, fechamento de escolas, esvaziamento de lugares destinados a ajuntamento e circulação de muita gente como igrejas, sindicatos bancos e outros.

Sobre isso se pronunciaram pastores presentes, como o pastor Jônatas da Igreja Adventista, pastor Fernando da Igreja Assembleia de Deus, padre Theofanes (Theo) da Igreja Católica e pastor Wagner da Igreja do Reviramento Bíblico.

Na mesma harmonia de opinião, todos os pastores e o padre Théo, disseram que como instituições, suas igrejas já vinham orientando seus fiéis a adotarem uma conduta preventiva em relação à pandemia anunciada. “Estamos dispostos a orientar nossos irmãos a seguirem as determinações decretadas pelas autoridades, com a consciência de que nesse momento a saúde e bem estar das pessoas sob nossa liderança é a nossa prioridade” – foi a forma unanime de se pronunciarem os pastores durante o encontro.

Material informativo estava sendo distribuído durante o encontro, lembrando as medidas  básicas mais importantes como lavar bem as mãos, levar a mão à boca ao tossir e espirrar. “Estas simples ações nos protegerão não só para o Coronavírus e sim para demais doenças respiratórias que ocorrem nesse em diversos períodos do ano”, alertou no final a secretária.

Ao encerrar o encontro o prefeito Silva Neto dirigiu uma mensagem de agradecimento a toda a equipe da administração da Secretaria de Saúde. “Com profunda gratidão e  com orgulho de ter uma equipe tão capacitada e disposta a carregar esse desafiante fardo, quero dizer que não temos com que nos desesperar. Temos uma equipe competente, dedicada e acima de tudo uma equipe que acredita primeiramente em Deus, quem somente pode nos ofertar dias melhores diante desta crise”. – Assim deu por encerrado o encontro.

Na Foto: Keila-Coordenadora CAPS; Bartira-Coordenadora da Vigilância Epidemiológica; Maria Clara-Coordenadora da Atenção Básica;  Railene-Coordenadora de Enfermagem; Ana Ofélia-Secretária de Saúde;  Keilane-Coordenadora de Enfermagem; Diogo-Coordenador de Odontologia;  Mardilene-Coordenadora da Vigilância Sanitária; Michele-Coordenadora da CCIH do Hospital Municipal.

Comentários