Bem-vindo | 11/08/2020

Portal Folha - O seu Jornal Online

Presidente Riva e Vice Anastácio dão entrevista a George Silva no Debate em Destaque

O apresentador do Debate em Destaque destacou três situações como evidências de que a nova Mesa Diretiva mudaria o perfil da casa Legislativa: Postura do presidente como pessoa ou instituição. – Relacionamento de independência ou subserviência com o Executivo. – Instituição do primeiro concurso público do Poder Legislativo.

Por Gidalti Moura

dom, 22/02/2015 às 17:41

A entrevista foi no último sábado 21 de fevereiro realizada pelo apresentador George Silva do programa Debate em Destaque levado ao ar todas as manhãs de sábado.

O presidente Rivaldo Góes de Souza e o Vice Anastácio Carvalho, chagaram aos estúdios da Cultura FM por volta das 08h:10min e entraram no ar imediatamente sendo saudados e apresentados pelo apresentador.

Presidente Riva e Vice Anastácio dão entrevista a George Silva no Debate em Destaque

“Tudo pronto para a primeira sessão de abertura do primeiro período legislativo sob o comando da nova Mesa:” – Pergunta George.

Presidente Riva: – Tudo pronto George. Quero informar a todos que estamos retornando às atividades da Casa Legislativa na próxima terça-feira dia 24 a partir das 09:00h com duas sessões. Uma de caráter Solene atendendo o texto regimental e outra pelo mesmo motivo com caráter de Sessão Ordinária.

Vice Anastácio: – Depois de agradecer o espaço e convite do programa, complementou dizendo que a Sessão Solene é de praxe e terá como parte principal a Mensagem do Executivo pelo prefeito Silva Neto e a outra em seguida para não sacrificar mais o calendário do Legislativo que fora prejudicado com a estagnação do carnaval.

George Silva: – Presidente, qual será sua postura no comando de uma casa que teve ao longo dos anos direções que se comportaram sempre na defensiva implacável do outro poder e às vezes tratando o dever de fiscalizar como se fosse “foro íntimo”?

Presidente Riva: – É muito fácil de responder. Para mim o verdadeiro papel do presidente é de mediador. Depois ele deve ser parceiro e por fim desenvolver a democracia. Iremos trabalhar sem criarmos problemas para o prefeito e para os colegas. Vamos obedecer as duas Leis maiores que é a Lei Orgânica e o Regimento Interno.

Vice Anastácio: George, complementando o que disse o presidente, quero contribuir dizendo que tem de haver o respeito entre os poderes. Acho que nunca se deve fazer oposição só por fazer. Deve haver corresponsabilidade sem subserviência. Nosso principal papel é fiscalizar.

No corpo da entrevista foram levantadas situações como o Plano de Cargos e Salários dos professores que está na Casa para aprovação. Sobre isso o vereador Anastácio respondeu que está em pleno andamento e que vai sair contemplando também a situação dos auxiliares da educação.

Também George perguntou sobre a reformulação da Lei Orgânica e do Regimento Interno da Casa.

Presidente Riva: Vamos sim fazer uma reformulação nos dois textos, tanto da Lei Orgânica como do Regimento Interno. Já contatamos com uma empresa de consultoria especializada e já iniciamos a conversa para logo tratarmos desse trabalho.

Vice Anastácio: George, essa reformulação foi feita através Requerimento nosso e nossa meta é alterar o Regimento e a LOM com seus casuísmos, dispositivos desconexos entre um e outro enfim, emendar as duas leis. Mas isso deve ter a participação popular. Trabalharemos através de comissões e depois os trabalhos serão submetidos a uma Audiência Pública específica e depois serão aprovados em suas novas redações.

George Silva pergunta: O senhor pretende mexer na estrutura física do prédio, para se livrar de problemas como infiltrações, vazamentos, pintura vencida etc.?

Presidente Riva: A situação da estrutura física do prédio é grave. Vamos fazer um levantamento técnico com um engenheiro e vamos cuidar de tudo. Alguma coisa logo, outras que dependem de melhor orçamento mais adiante, mas vamos fazer. Nosso maior problema é a parte hidráulica. O gasto com água é terrível. Imagine George, temos contas que chegam a R$ 1.000 por mês só de água, um consumo inexplicável de mais de 64m³ de água. Já acionamos a Embasa para nos explicar esse absurdo.

George pergunta: Vai haver concurso público afinal nessa Câmara?

Presidente Riva: Com certeza. Antes de findar nosso mandato de presidente e vice, Anastácio e eu, com apoio dos colegas vamos deixar o primeiro concurso público já realizado na Câmara de Araci, com fé em Deus.

Houve participações de ouvintes, destacando-se as parcelas da professora Gilma e de José Socorro. Ambos contribuíram falando sobre concurso, sessões itinerantes e a participação da juventude no processo legislativo.

O presidente Riva replica dizendo que não manterá as sessões itinerantes e justificou que as primeiras não atingiram nenhum objetivo. Sobre o concurso foi explicado anteriormente e sobre a participação popular nas sessões o presidente anunciou que está sendo trabalhado um projeto voltado para isso, envolvendo estudantes, jovens e até empresários. “Será uma grande inovação na Câmara esses dois projetos: “Vereadores Mirins” e Tribuna do Empresário”, aguardem, – falou o presidente.

 

Comentários