Bem-vindo | 29/05/2020

Portal Folha - O seu Jornal Online

Avião começa a bombardear nuvens para provocar chuva na região de Santaluz

Um avião lançará 300 litros de água potável nas nuvens em cada sobrevoo, sem adição de nenhuma substância química e sem causar nenhum dano ao meio ambiente, animais e pessoas.

Por Do Karmo Carvalho

qui, 18/04/2013 às 09:55

A partir desta quinta (18), a empresa Yamana que está instalada no município de Santaluz, iniciará o processo de semeadura de nuvens, na tentativa de causar chuva na região. Trata-se de um procedimento já utilizado em regiões semiáridas para a agricultura e por empresas de saneamento básico, em que a água é lançada por uma aeronave, gerando umidade nas nuvens, podendo acarretar uma precipitação.

Um avião lançará 300 litros de água potável nas nuvens em cada sobrevoo, sem adição de nenhuma substância química e sem causar nenhum dano ao meio ambiente, animais e pessoas. Este processo será disponibilizado na região onde está localizado o projeto C1 Santaluz e por meio de uma iniciativa da Yamana em parceria com a empresa ModClima.

Esta ação faz-se necessária pela companhia devido ao cenário atual. O Nordeste brasileiro enfrenta a maior seca dos últimos 50 anos. Segundo dados divulgados recentemente pelo governo brasileiro, são mais de 1,4 mil municípios afetados, 200 a mais que em 2012. Infelizmente em Santaluz não é diferente. Por conta disso a Yamana mobilizou recursos e avaliará posteriormente o índice pluviométrico como resultado da atividade.

Comentários