Bem-vindo | 17/02/2019

Portal Folha - O seu Jornal Online

Açude do Poço Grande não apresenta risco de rompimento, assegura inspeção do DNOCS

Afinal estava na hora de sair uma resposta de uma fonte técnica e que falasse em nome do órgão que responde pela segurança das barragens. O engenheiro civil Raimundo Goethe do DNOCS realizou hoje uma vistoria e declarou: “Não há risco de rompimento na barragem do Poço Grande”.

Por Gidalti Moura

ter, 05/02/2019 às 18:09

O Hoje pela manhã o prefeito Silva Neto e a vice Keinha acompanhados pelo engenheiro civil Raimundo Goethe do DNOCS visitaram o açude do Poço Grande com vistas a uma inspeção para prestar esclarecimento e tranquilizar à população da região sobre os rumores de risco atribuídos à barragem.

Silva Neto, Keinha e o engenheiro Goethe dedicaram-se a uma minuciosa vistoria feita com a participação de representantes da Câmara Municipal, vereadora Jamile, o vice-presidente vereador Valter, os vereadores Manoel e Virgílio presidente e membro da Comissão de Obras e Serviços Públicos da Câmara e ainda o vereador José Augusto.

Após terem uma visão das anomalias que se apresentam, engenheiro Raimundo Goethe falou a todos os que se encontravam naquele momento através de um áudio que fora divulgado pelos vereadores nas suas redes sociais através do qual dizia o engenheiro do DNOCS: “Estou aqui em nome do DNOCS para esclarecer à população e aos que moram no entorno do açude em relação ao que foi noticiado que esta barragem estava em nível de alerta dois. Com relação a isso dizemos à população que o DNOCS tem ciência das anomalias da barragem que são rachaduras longitudinais mas que não preocupam nem trazem risco eminente de rompimento da barragem. Normalmente as barragens de terra que passam muito tempo com baixo nível de água, a secura provoca depois do forte ressecamento e algumas fissuras, que causam modificações e até dilatações. Outros fatores que representam risco  como infiltração saindo do maciço, ou áreas molhadas no talude ou banco da barragem, isso não existe. Não existe desabamento de meio fio, que é um indicativo de  deslocamento, não existe deslocamento de montante e nem de jusante, portanto não existe nenhum risco de rompimento”. Esclareceu o engenheiro.

O vereador José Augusto documentou as anomalias da barragem que segundo o engenheiro Goethe não significa risco eminente de rompimento.

Por fim o representante do DNOCS e o prefeito com os vereadores pediram a todos os presentes que se tornassem cada um em porta-voz daquelas informações junto à população para que esse surto de medo se dissipe. O representante do DNOCS se colocou  à disposição para quaisquer outros esclarecimentos, além de disponibilizar o banco de dados sobre a barragem e que o DNOCS continuará fiscalizando de perto o nível de segurança da barragem. – (Informações e imagens do vereador José Augusto cedidas ao Portalfolha).

O representante do DNOCS antes da vistoria tomou assento com o prefeito Silva neto e os representantes do Legislativo.

Comentários