Bem-vindo | 28/06/2017

Portal Folha - O seu Jornal Online

A àgora dos nossos tempos

A internet como espaço de discussão política.  Por: Leonardo Pedreira Graduando do […]

  • Por Gidalti
  • seg, 07/01/2013 às 15:04
  • 25 Comentários
  • Imprimir
  • Enviar
  • Reportar Erro

    Report ErrorClose

A internet como espaço de discussão política.

 Por: Leonardo Pedreira

Graduando do curso de Licenciatura em História, na Universidade Estadual de Feira de Santana, no qual foi eleito presidente do curso sob a defesa da importância de falar e ser ouvido, como forma de participação social em prol dos problemas não só dentro da universidade como também fora dela. Hoje, professor da rede estadual Baiana e da rede Municipal Feirense de ensino, além de Colunista no Portal de Notícias Voz de Feira, no Portal de Notícias News SAJ e no Jornal A Folha dos Municípios. Sempre engajado em causas sociais, principalmente pelos incentivos que recebeu da mãe, suas lutas vêm desde a busca pela implantação de um Colégio Estadual em um dos bairros de Feira de Santana à causas como o asseguramento do direito de negros e brancos, índios e asiáticos, como reafirmação da igualdade entre os povos e a segurança de suas identidades culturais.

Hoje os maiores responsáveis pelo distanciamento tão evidente entre população e governo é a falta de representatividade dos políticos e a falta de conscientização política. Ambos os problemas provocam uma lacuna, permite o número absurdo de corrupção e incompetência dos gestores públicos e torna a democracia mais ilusória do que podemos imaginar.

Candidatos que surgem meses antes do período eleitoral e que somem como um passe de mágica depois de eleitos, são tão comuns quanto eleitores que se dizem desiludidos com a política e não cobram nada desses mesmos políticos. Frases como: “Todos roubam, vou votar no menos pior” ou “Candidato A vai ganhar, vou votar nele!” são talvez tão comuns quanto às situações anteriores.

Grande parte dos nossos representantes políticos, que deveriam estar defendendo nossos interesses que deveriam estar trabalhando para nós, pouco se importa com essa situação, no tocante diminuir ou mesmo sanar essa realidade. Ao contrário, eles gostam cada vez mais disso.

O que tem tornado o fardo menos pior nos últimos anos é o meio de comunicação mais democrático que temos em mãos – que não se faz ideia de quanto tempo permanecerá assim – a internet. Na época em que o orkut reinava comunidades de discussões políticas já eram comuns e frequentes, mas hoje, no tão querido facebook, páginas sobre o assunto se multiplicam dia após dia e as informações correm mais rápidas do que se espera.

O povo dando repostas ao próprio povo, situações sendo apresentadas, pessoas entrando em discussões políticas, cada um com sua opinião e o melhor, despertando cada vez mais a opinião de pessoas que até pouco tempo não tinha nem o conhecimento do que estava acontecendo.

O caminho ainda é longo, muitas pessoas ainda precisam ser atingidas por isso, mas os primeiros passos já estão notoriamente sendo dados. Prova disso é que nunca se viu uma proximidade de escala tão grande de alguns candidatos e seus eleitores como se viu na última eleição municipal.

O conhecimento e a conscientização são libertadores. Saber dos seus direitos e deveres e os direitos e deveres do outro, saber qual a constituição que nos rege e o que os nossos representantes estão fazendo em relação a isso e se mover, se manifestar, talvez seja a melhor saída para viver em um ambiente melhor.

  • Facebook

Relacionadas

Comentários

  • Jemima Carneiro em 12 de janeiro de 2013 às 15:05

    Muito bom, Leo! Já é uma esperança perceber discussões sendo ao menos iniciadas, mesmo que AINDA sejam meras discussões, já é um começo. Precisamos nos humanizar e tomar consciencia do que é de fato ser cidadão, e eis que a esperança de um país melhor começa a surgir.

  • Eduardo Antonio em 12 de janeiro de 2013 às 13:47

    Amado Léo, é muito rica sua contribuição a respeito da participação social, sobretudo, fico muito contente por ver se materializar sua aspiração profissional. Que esta oportunidade seja o primeiro passo de uma carreira mui gloriosa.

    Fraternalmente,

    Eduardo Antonio.

  • Muito bom o texto falou tudo o que vem acontecendo
    e sem falar do dominio que tem sobre o assunto escrito

    Muito bom mesmo

  • Muito bom!

  • Ótimo texto Leo!
    O conhecimento é o que liberta o homem da ignorância, da alienação.
    Que a cada dia possamos abrir os nossos olhos e acima de tudo, agir de forma consciente, e visando o bem estar de todos!

Login PortalFolha Conectar-se via:

Você não está logado, por favor, faça login para poder comentar!