Bem-vindo | 25/06/2019

Portal Folha - O seu Jornal Online

Jera no Bom Dia Cidade: “Sou uma andorinha só, mas vim pra fazer verão!”

Em sua entrevista, Jera fez questão de mostrar que chegou na câmara para fazer a diferença e não poupou críticas até aos colegas que não levam à sério seu papel no legislativo, que faltam à única sessão na semana e escolhem a terça feira para resolver seus problemas gazeando a sessão. “Minha proposta e descontar do salário cada ausência do vereador, mas não vai passar, disse Jera”.

Por Gidalti Moura

qui, 30/05/2019 às 14:21

No terceiro bloco de entrevista com vereadores, feitas por Acilon Di Oliveira apresentador do Bom Dia Cidade, somente o vereador Jera, Jerônimo Jesus de Lima (PHS) sinalizou como interessado em fazer parte desse bloco, pelo menos até hoje, sendo que restam 03 janelas abertas até 27 de junho.

O vereador como bem mancheteia o título da matéria, mesmo integrado ao bloco da situação passou a régua e deu um recado ao ser perguntado por Acilon como era o vereador na tribuna. “Defendia o sistema ou o povo?”

Jera explica: “Todo vereador integra o Poder Legislativo municipal, e sua função é proteger o povo das ações do executivo que venham a prejudicar a comunidade e exercer sua função primordial de representar os interesses da população perante o poder público. Disse ainda Jera que o vereador  tem de entender o as leis que regem as ações do poder público e como estão sendo observadas”

Discurso bonito! Replicou o apresentador, mas esse discurso neoliberal pode não ser bom politicamente.

Não é bom realmente. Responde Jera. Sei que é difícil mudar conceitos e comportamentos, mas vou continuar defendendo o povo, criticando as administrações, indicando obras e benefícios que o povo precisa e disse: “Sei que pareço uma andorinha sozinha, mas vim pra fazer verão”! Meu compromisso é com o povo.

Jera chamou as deficiências do governo pelos seus nomes e a mais debatida delas foi a “incompetência”. “Tem muita gente no governo que recebeu um cargo como benesse política e não tem a menor competência para desempenhar sua função”. – Tem de sair da maquina pública e dar lugar a alguém mais preparado e responsável. – disse.

Eu acredito que somente um choque administrativo poderá resolver muita coisa em Araci. O prefeito tem de mexer na máquina administrativa e ver quem não faz falta porque nada faz nem sabe fazer.

O vereador entrevistado é presidente da Comissão Permanente de Saúde e Assistência Social. Defendeu a saúde e disse que o tal sistema de regulação é uma brincadeira de massacrar o povo. Os doentes ficam a mercê de uma tela de computador que não tem alma e não está preocupado com a situação de risco de ninguém. Não ajudo ninguém que dependa desse tal sistema de regulação.  Tem políticos aí que fazem uso dessa justificativa para dizer ao necessitado que está “correndo atrás” de seu caso. Quando a pessoa morre, o padrinho politico nem sabe. Jera comentou e citou casos que comprovam o que estava dizendo.

Jera chamou a folha de pagamento de câncer e solução. Falou de uma economia de mais de um milhão por mês. É só cortar o dinheiro gasto com sindicatos. Jera não perdoou os sindicatos que se beneficiam com servidores públicos em sua estrutura e prejudicam a administração e citou a APLB com 07 funcionários lá, são mais de 540 mil/ ano perdidos. Citou Sindispuma 05 funcionários trabalhando pra 92 pessoas, lá se vai mais de cem mil/ano. Comentou o vereador. Ele falou de desperdício na saúde, de farra de diárias pagas sem critérios, do dinheiro gasto com universitário, enfim, o tempo é pouco pra falar de tantos problemas, – disse.

Jera sem falar nomes disse que em Araci a maioria doa políticos tem uma meta de prioridades na vida e se comportam assim: Primeiro eu, segundo eu e terceiro eu. Falou que a soberba tem envenenado muitos politicas e citou seu pai Severino que sempre o ensinou a resistir à soberba.

Enquanto o vereador falava no rádio, as mensagens através do Face e do Whatsapp chegavam elogiando a atuação do vereador Jera. Teve um dos compartilhadores que confessou: Não votei em Jera, mas entendo que ele é um dos mais atuantes e mais capacitados vereadores da câmara hoje.

Antes de fechar o bloco, Jera ainda entrou no problema das áreas que são habitadas por pessoas e que nunca tiveram nas mãos a documentação de suas posses. Pediu ao prefeito que solucionasse o problema destas pessoas. Nesse tema o vereador cobrou o caso do IPTU que não é cobrado como deveria ser e citou aa zona rural como território que não paga o citado imposto.

Jera agradeceu a todos, agradeceu a participação no programa e disse que estará vereador até 31 de dezembro de 2020, mas que só continuará vereador se for aprovado pelo povo, que é quem pode botar e tirar os eleitos. – Concluiu.

Após a foto para a posteridade, Jera pediu a Acilon mais uma janela no Bom Dia Cidade e disse que vai falar sobre a dívida do INSS. Porque a prefeitura deve tanto e onde foi parar o dinheiro desviado ha tantos anos.

Comentários