Bem-vindo | 26/11/2020

Portal Folha - O seu Jornal Online

Homenagem ao pastor Benivaldo marca comemoração do Dia do Pastor Adventista  

O pastor Benivaldo Silva Oliveira, deixou seu ministério pastoral em Valença e em agosto passado assumiu o Distrito Central da Igreja Adventista em Araci. Ordenado Ministro aos 38 anos, chamado de pastor Beni, com sua esposa Danila e as duas filhinhas, a família foi homenageada pela igreja na manhã de hoje, (sábado 24 de outubro).

Por Gidalti Moura

sáb, 24/10/2020 às 18:59

O mês de outubro foi designado pelos cristãos em todo o mundo como o Mês de Apreciação dos Pastores. Assim como outras profissões são homenageadas durante o ano, oficialmente, foi escolhida uma data para homenagear os pastores e aqueles que realizam a obra ministerial. A Associação Geral dos Adventistas do Sétimo Dia definiu o dia 24 de outubro para celebração desse merecido tributo aos pastores.

Homenagem.

Na igreja Central de Araci neste sábado em sua programação que antecede ao Culto Divino, prestou uma homenagem ao pastor Benivaldo Silva Oliveira e à sua esposa Danila, companheira que por natureza da escolha de ser esposa de pastor, realiza ao seu lado essa missão ímpar e preciosa, confiada por Deus de cuidar de Sua igreja. Quando eles deixam de cumprir esse dever, os membros da igreja são prejudicados. Nesse contexto, a família pastoral tem uma grande responsabilidade diante de Deus e da igreja a que serve. A igreja, por outro lado, precisa orar por eles e apoiá-los em seu trabalho e amá-los de forma singular.

Ao entregar uma lembrança comemorativa do Dia ao casal que estava com suas duas filhinhas, os anciãos Jairo Carneiro e Antônio Ferreira falaram de suas qualidades éticas, morais e espirituais e que são por elas que é dimensionado o tamanho da igreja.

Mensagem

O pastor Beni estava escalado para proferir o sermão do Culto Divino quando desenvolveu uma exegese sobre o relato de São Marcos sobre a cura do paralítico trazido até Jesus através de um buraco no telhado da casa onde estava cercado de grande multidão. “Jesus primeiro cura os males espirituais do pecador e depois opera os milagres que espantam os que duvidam de Seu poder” – explicou pastor Beni.

O sermão foi ornamentado com músicas de letras inspiradoras interpretadas pela cantora Mariele.

O presente a Deus.

Numa ocasião muito própria e em conversa muito íntima, Jesus por três vezes perguntou a Pedro: –Você me ama? A cada resposta afirmativa de Pedro, Jesus dizia a ele: – Se é assim, já que você me ama, pastoreia as minhas ovelhas.

O supremo pastor da igreja, aquele que de modo supremo cuida de nossas almas espera de cada pastor na Terra que cuide de suas ovelhas e que vá em busca das ovelhas desgarradas.

O homenageado depois do sermão realizou o batismo de uma alma que ouviu a voz de Jesus através de seu pastor e num preito de gratidão a Deus pelo seu Dia, o pastor Beni, entregou como presente ao seu Sumo Pastor mais uma alma salva e redimida pelo sangue do Cristo crucificado.

O chamado

E como nunca se faz diferente nestas cenas batismais, o pastor Beni fez um chamamento a pessoas que estavam na igreja e que ainda não se entregaram a Jesus pelo batismo e muitas pessoas decidiram dar o primeiro passo no caminho de volta para Deus e prometeram se prepararem para o batismo. A jovem batizada foi recebida pela ala jovem da igreja que lhe presenteou uma camisa do Clube de Jovens e um Kit de estudos diários da Palavra de Deus.

 

 

Comentários