Bem-vindo | 09/12/2019

Portal Folha - O seu Jornal Online

Casamento de Laryssa e Jonatas, união pintada a sete cores

Para quem acompanhou a relacionamento destes dois garotos desbravadores do Clube Rainbow e assistiu o casamento deles na manhã de 15 de setembro suspirou: “Que amor lindo pintado a sete cores!”

Por Gidalti Moura

qua, 18/09/2019 às 08:30

Sim porque Jonatas filho de Roberval e Dilsara e Laryssa filha de José Silva e Suely da Mata eram apenas dois companheiros de Clube de Desbravadores que foram assim gostando um do outro, gosto que despertou um conhecimento, que virou uma intimidade colorida até que um matiz em tom do arco íris os envolveu nesse contorno multicor dando em namoro, noivado e casamento.

O matrimônio destes dois desbravadores, realizado naquela manhã de domingo 15 de setembro celebrado pelo pastor Ronaldo Rocha departamental da ABAC-Associação Bahia Central da IASD, era a encenação da essência da letra do hino oficial do Clube, composto por Gidalti Moura em 2001.

“Quem nasceu desbravador, tem coração pintado a sete cores.

Cada cor representa uma emoção, e o matiz simboliza seus valores…

É no BRANCO, no VERDE e AZUL, que a esperança no céu representa,

O VERMELHO, o AMARELO, cores de um Deus Criador que nos sustenta.

Ser por Deus Desbravador é ser movido pelo amor e pela fé,

Para falar, a toda geração do poder da Graça e com Raça defender, a criação. RAINBOW!” (grito)

Um dia sem registro preciso, eles nasceram cada um para o Clube e começaram a se identificar com as cores que separadas falavam de valores na paleta espiritual, mas o casamento deles foi como uma sublimação da última estrofe do hino de seu clube: “Ser por Deus Desbravador, é ser movido pelo amor e pela fé. Para falar, a toda geração do poder da Graça e com Raça defender, a criação”.

Ao decidirem pelo casamento, Laryssa e Jonatas sinalizavam os mais profundos respeitos à criação de Deus no plano da perpetuação da espécie humana, como se registra no livro primeiro da Palavra de Deus. (Gêneses 2:24) “Portanto deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á à sua mulher, e serão uma só carne”.

Como amigo e convidado para a primeira boda destes jovens guerreiros de Deus, registro para a posteridade esse testemunho do casal Jonatas e Laryssa, um recado para outros garotos e garotas bombardeados pela corrente neoliberal de ideologia de gênero.

A postulação bíblica já é suficiente para dizer que a união de Laryssa e Jonatas foi aceita e abençoada por Deus através de seu ministro pastor Ronaldo. Conduta ratificada ainda nas palavras do papa Francisco: “Casamento’ é um termo histórico. Sempre na humanidade, e não apenas dentro da Igreja, foi entre um homem e uma mulher. Não podemos mudar isso. É a natureza das coisas. Do seu ponto de vista, a união homossexual deve ser chamada de “união civil” e isso é brincar com a verdade”.

Que Deus abençoe o novo casal de Desbravadores.

Os convidados, amigos, companheiros de clube e irmãos participaram de um almoço no salão de atos da igreja central.

Comentários