Bem-vindo | 11/08/2020

Portal Folha - O seu Jornal Online

A alegre volta da programação presencial aos sábados

As transmissões de escola sabatina e cultos via internet não é coisas nova. Foi preciso ressignificar a adoração como uma prática que deve cumprir-se sem impedimentos circunstanciais, isolado, em famílias ou em ajuntamento. O isolamento social pela pandemia levou as igrejas a um novo conceito de adorar.

Por Gidalti Moura

sáb, 01/08/2020 às 17:03

Desde que o mundo reconheceu estar sob os efeitos de uma pandemia pela expansão do Corona Vírus, diversas medidas foram tomadas para evitar o contágio da Covid-19. Qualquer lugar que apresentasse aglomerações deveria estar fechado e claro, as igrejas estão na ponta da lista, seguidas por outros locais de encontros, shows de grandes públicos. Com isso as casas de cultos, foram levadas a ressignificar a adoração como uma prática que deve cumprir-se sem impedimentos circunstanciais, isolado, em famílias ou em ajuntamento emitindo um novo conceito de adorar.

A transmissão dos cultos e programações religiosas das noites de domingo, quarta e as manhãs dos sábados, vem sendo a alternativa que os irmãos adventistas do sétimo dia vem dispondo, para comungar com a comunidade adventista representada por dois distritos na cidade e mais três dezenas de igrejas no interior do município.

 Com a publicação em 27 de julho do último decreto municipal, promovendo a flexibilização em lugares de ajuntamento como comércio e outros, a igreja central, exemplo seguido por outras na sede, realizou seu primeiro culto presencial depois do confinamento pela pandemia.

Ainda sob os efeitos das restrições, apenas 20% da capacidade presencial pode estar de volta aos bancos da igreja e assistiram a programação da Escola Sabatina e o Sermão do momento santo que é o Culto Divino. O restante da irmandade, acompanhava de suas casas a programação transmitida em pela internet, e muitos têm dado suas contribuições de forma digital. Era espontânea a alegria que se apresentava em cada par de olhos sobre as máscaras dos que tiveram a chance de retornar à casa de Deus, depois de tantos dias deste impedimento constrangedor.

Hoje em destaque os dois anciãos, Jairo Celso e Antônio Ferreira coordenaram o reestudo do tema estudado durante a semana pela Lição da Escola Sabatina, momentos de cânticos e transmissão do sermão de encerramento da Semana Jovem pelo pastor Eduardo Batista com o tema: “Tudo por Ele”.

Clique Aqui para acessar o WhatsApp do  seu Portalfolha.com e receber conteúdos e matérias!

Siga-nos em nossas redes sociais –Página no Facebook – Perfil no Instagram – Perfil no Twitter 

Comentários