Bem-vindo | 18/01/2021

Portal Folha - O seu Jornal Online

Suplente toma posse após vereador assumir cargo de Secretário Municipal de Educação

Assim que tomou conhecimento do Requerimento do vereador Anastácio, o presidente da Câmara vereador Virgílio Carvalho dos Santos, procedeu a convocação do Suplente Gilvan Oliveira dos Santos como preconizam A Lei Orgânica e o Regimento Interno e procedeu a posse em Ato Legislativo na manhã de hoje, em presença de sete vereadores.

Por Gidalti Moura

seg, 04/01/2021 às 16:22

 O vereador Anastácio Carvalho (PDT) tomou posse na sessão se instalação e posse no dia 1º de janeiro e já hoje, dia 04 entrou com Requerimento, solicitando o afastamento de suas funções de vereador, para assumir o cargo de Secretário Municipal. O vereador que exerceu mandato na 14ª legislatura e assumiu a cadeira no 1º período da última legislatura, foi eleito para exercer outro mandato na 16ª iniciada em janeiro quando tomou posse, mas pelas prerrogativas que a Lei Orgânica e o Regimento Interno lhe concede, aceitou o convite para ser investido no cargo de secretário municipal de saúde.

Com o protocolo de seu Requerimento, em obediência aos artigos 17 e 72 do Regimento e do parágrafo 1º do Inciso II do Artigo 28 da Lei Orgânica do Município, o presidente da Câmara, vereador Virgílio Carvalho dos Santos convocou seu suplente, Gilvan Oliveira dos Santos para que em tempo fosse empossado na vaga deixada pelo vereador Anastácio.

O Ato de posse do vereador “Guri de Pedra Alta”, se deu na manhã de hoje na Câmara de Vereadores, em presença de sete vereadores: O presidente Virgílio, o vice-presidente Guinha de Pascoal, o 1º secretário da Mesa, Léo de Marlúcia, Zelito da Ribeira 2º secretário, o vereador licenciado Anastácio e o vereador José Augusto, líder do PDT a maior bancada constituída na Câmara.

Depois de cumprido as formalidades regimentais, ao suplente de vereador Guri, eleito pelo PDT, assumiu a cadeira deixada pelo vereador Anastácio Carvalho Oliveira, ora licenciado. O parlamentar, que se candidatou na busca de seu terceiro mandato, não se reelegeu, mas pela vacância, poderá registrar um terceiro mandato, se a licença do titular perdurar até o fim da legislatura.

Gilvan, como manda o preceito regimental, fez o Juramento de Posse estendendo a mão direita, respondendo ao presidente, “Assim o prometo”.

Durante o Ato demandado pelo presidente Virgílio, os colegas comemoraram a volta do par e especialmente o líder José Augusto comemorou a chegada do correligionário de sigla e desejou-lhe boas-vindas.

Comentários