Bem-vindo | 23/04/2018

Portal Folha - O seu Jornal Online

Mulheres no poder do Legislativo

Serrinha: Mulher preside Câmara pela primeira vez na história da cidade. Em outras cidades a presença feminina no legislativo aumentou.

Por Do Karmo Carvalho

sex, 18/01/2013 às 09:22

Vereadora Edylene Ferreira (PV)

Vereadora Edylene Ferreira (PV)

Jovem advogada e vereadora Edylene Ferreira (PV), a mais votada das mulheres até hoje na política de Serrinha, entra para a história do Legislativo da centenária cidade, como a primeira mulher a presidir a Casa da Cidadania nos dois primeiros anos do quadriênio 2013/2016.

Filha de tradicional família política, Edylene diz que a mulher a cada dia que passa consegue ocupar seu espaço na política e garante que é uma satisfação muito grande ser eleita vereadora pela primeira vez e presidente da Câmara.

“Temos uma história muito bonita na cidade, que merece ser seguida com muita coragem e determinação. Meu pai Ernesto Ferreira, falecido há dois anos, foi vice-prefeito e vereador por cinco mandatos e a minha mãe Maria José, exerceu função legislativa. A política corre no meu sangue”.

Mulheres é maioria na mesa legislativa

Formada em direito e eleita por 12 votos a três, presidente da Câmara, Edylene Ferreira (PV), casada com o médico Fabrício Severo, mãe de duas lindas filhas, Maria Eduarda e Mariana, disse ser uma mulher forte, determinada, de coragem, mãe responsável, amiga e companheira das horas incertas, garante que vai administrar a Casa com os demais 14 vereadores por igual.

O salário do vereador em Serrinha saiu de R$ 4.950,00 -, para R$ 8 mil. Outro fato curioso e histórico na política do município é de que das quatro mulheres vereadores eleitas pela população em 7 de outubro, três fazem parte da mesa legislativa: Edylene (PV), presidente; Helena Barreto (PT), primeira secretária, Rose de João Grilo (PT), segunda secretária e Magneis (PR).

Colaboração de Pedro Oliveira – Tribuna da Bahia /Sucursal Coité

 

 

Comentários